O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2012/06/03

RIR PRA NÃO CHORAR

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 10:03

Nas seções de Pedagogia, Psicologia e Autoajuda das livrarias há milhares de títulos ensinando pais desesperados a educarem seus filhos.
Perdido lá no meio da prateleira, um mais do que especial: “How To Traumatize Your Children” (“Como Traumatizar Suas Crianças”) cujo subtítulo é: “7 métodos comprovados para acabar com seus filhos deliberadamente e com competência”.
O livro – ainda não lançado no Brasil – faz parte de uma coleção politicamente incorreta chamada “Autoagressão” que tem títulos como “Como dirigir como um louco” e “Como ficar gordo” (que já foi tema de um post por aqui).
Em dez capítulos, o manual ensina o passo-a-passo do trauma, afinal, “criança traumatizada enfrenta o mundo com músculos bem desenvolvidos e munida com ferramentas como ausência de egoísmo e de barreiras”. Confiram:

Capítulo 1: Trauma com um propósito
Capítulo 2: Construindo as bases – A dinâmica do trauma universal
Capítulo 3: Exercendo controle – Seu filho, sua propriedade
Capítulo 4: Seu filho é um estudante de honra – Incentivando a perfeição
Capítulo 5: É com você – Paternidade narcisista
Capítulo 6: Tudo o que eles quiserem – Permissões geram direitos
Capítulo 7: Nós dividimos tudo – O pai como o melhor amigo
Capítulo 8: Validação é coisa de estacionamento – Acabando com a autoestima
Capítulo 9: Não perca um dia de trabalho – A conveniência de negligenciar
Capítulo 10: Conclusão – Curtindo o legado do trauma

No caso de algum leitor desavisado não ter entendido, na página de rosto o alerta de que se trata de uma obra de humor publicada exclusivamente com “fins recreativos”: “Os conselhos aqui contidos pretendem fazer uma paródia sobre livros para pais e livros de Psicologia; na realidade, seguir as dicas contidas aqui não será bom para as crianças”.
A introdução diz: “Enquanto a maioria – senão todos – os pais traumatizam os filhos acidentalmente, o fato de você estar lendo esse livro mostra que você ama tanto os seus que pretende arruiná-los deliberadamente e com habilidade. Em vez de repetir traumas que seus pais lhe causaram, você sabe o valor da busca de melhorias de uma geração para outra. Você entende que as crianças precisam de um risco psicológico para levarem para a idade adulta e para todas as relações futuras”.
O livro traz também algumas frases de famosos, como uma de Bette Davis: “Se você nunca foi odiado por seus filhos, você nunca foi pai”.
Apesar de ser piada, a publicação tem lá seus fundinhos de verdade…
Da contracapa: “Dê a seus filhos material suficiente para eles escreverem suas memórias algum dia”.
E não é?

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: