O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2012/03/04

À MESA COM TIO SAM

Filed under: Folheando — trezende @ 10:00

Lá se vão mais de 70 anos invejando o “american way of life”. Principalmente nós, brasileiros, que adoramos tudo o que tenha o carimbo “made in USA”: do hambúrguer ao iPhone.
Agora uma autora tenta desvendar o estilo americano de alimentar-se. Trata-se de “American Way of Eating”, de Tracie McMillan.
O livro revela histórias que vão além do prato.
A fim de tentar entender os hábitos de seus conterrâneos à mesa, a autora aborda certos aspectos da indústria alimentícia. Ela conta sobre os funcionários do “Walmart” – que gastam horas depenando folhas de alface estragadas para depois colocá-las de volta na prateleira –; conta também sobre os imigrantes ilegais que não têm nenhum direito trabalhista; e até sobre os chefs do “Applebee’s”, que não cozinham nada porque recebem tudo pré-preparado. Basta colocar no micro-ondas.
Tracie pode relatar tudo isso porque ela trabalhou durante um ano, escondida, em plantações de uva, pêssego e alho na Califórnia e foi funcionária do “Walmart” em Detroit e do “Applebee’s”, no Brooklyn.
Para Tracie, comida cara exige mais tempo no preparo. Um dos pontos centrais do livro é esse: pessoas que trabalham na área são as que se alimentam pior. A maioria está muito exausta para cozinhar.
“Se eu disser a uma mãe para cozinhar mais estarei sendo estúpida. Não tenho direito de dizer como ela deve conduzir a vida. Acho que o uso da palavra ‘deveria’ é realmente problemática, principalmente numa sociedade em que ela é tão falada”, diz ela. “Se você quer entender porque algumas crianças preferem laranjas a biscoitos Oreo você tem de passar um tempo vivendo com elas”.
Existe, de fato, um “american way of eating”? Segundo ela, essa resposta é complicada. “As pessoas tendem a procurar algum ponto para serem moralistas sobre certos assuntos que elas querem ser moralistas. Acho que realmente existe um grupo emergente que está vendo a questão da alimentação saudável como uma proposta elitista”.
Tracie não critica as pessoas mais humildes pelo fato de comerem tanto fast food. Também não finge que toda refeição tem de ser saudável. Para ela, essa escolha não é motivada só pelo dinheiro, mas também pelos hábitos e pelo paladar.

Anúncios

1 Comentário »

  1. Resposta: o “típico” breakfast americano, creio, só tem lá mesmo!

    Comentário por Vaninha — 2012/03/06 @ 09:50


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: