O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2012/02/26

O MAR MORTO COLOMBIANO

Filed under: Diário de bordo — trezende @ 11:00

Um passeio pouco divulgado – e inesperado – é o vulcão “El Totumo”.
Localizado a cerca de uma hora de Cartagena, na estrada que leva a Barranquilla – terra de Shakira –, o “El Totumo” é um vulcão bem diferente dos padrões. Ele não expele lavas, não está na ativa, não fecha o espaço aéreo como seu vizinho chileno e tampouco é preciso escalá-lo. O “El Totumo” é recheado de lama.
Ele tem entre 15 e 20 metros de altura e lama acinzentada até à tampa. São 2.300 metros de profundidade, mas mesmo que se queira afundar, a densidade não permite. É o Mar Morto dos vulcões.
O “El Totumo” é quase um spa natural (e bota natural nisso). Acredita-se que sua lama tenha poderes terapêuticos.
O topo é alcançado através de uma escada improvisada com corrimão de tronco de árvore.
A chegada lá em cima é um choque. Da parte de baixo não é possível ter noção do que se passa na boca, portanto, deparar-se com cerca de 20 pessoas mergulhadas na lama é surpreendente. Uma experiência para ser vivida em grupo.
Há “atendentes” em todas as etapas da visita. Assim que os turistas entram na lama surgem colombianos para lhe fazerem massagens. Enlameados e sem condições para fotografarem o “mergulho”, outro “atendente” fica com todas as máquinas fotográficas de quem está no banho e registra tudo.
Depois que saem da lama os turistas são encaminhados a um lago que fica a poucos metros do vulcão. Lá algumas “atendentes” tiram a sujeira do corpo dos turistas. Algumas tiram, inclusive, as roupas deles.
O “day spa” sai por cerca de 5 mil pesos (R$ 5).
Quem quiser prolongar os efeitos mágicos dos minerais do “El Totumo” pode comprar garrafas pet com alguns litros da lama. Elas custam mil pesos (R$ 1) e são vendidas no pé do vulcão.
O nome “totumo” é por causa de um fruto homônimo não-comestível bastante comum na região. Reza a lenda que o vulcão costumava expelir fogo, lavas e cinzas. Ele só se transformou num reservatório de lama graças a um padre, que acreditava que o comportamento do “El Totumo” era obra do diabo. Para expulsá-lo dali, o padre jogou água benta e o que era fogo virou lama.
Lenda ou maldição, vale a visita.

Confiram fotos AQUI

A expedição cartagenera se encerra por aqui. Amanhã voltaremos com a nossa programação normal.

Anúncios

1 Comentário »

  1. Seus textos sobre sua viagem são tão primorosos que me fez pensar no inimaginavel: Conhecer Cartagena que até então eu nem registrava existencia.

    Comentário por picida ribeiro — 2012/02/29 @ 07:39


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: