O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2012/02/11

ESTILO RONALDINHO

Arquivado em: Mentes brilhantes — trezende @ 09:16

“Ficar careca preocupa mais os homens do que ir à falência ou a solteirice”.
É o que diz uma reportagem do “The Daily Mail”.
Mas acaba de surgir uma solução que vai fazê-los economizar dinheiro e dor de cabeça – a tatuagem capilar.
A cabeleireira das celebridades britânicas, Adee Phelan, abriu uma clínica na cidade de Manchester especializada na técnica, chamada de MHT (“micro hair technique”) ou pigmentação do couro cabeludo. Algo na linha “pontilhismo”.
O tratamento custa cerca de 2 mil libras (quase R$ 5.500) e não transforma ninguém em Sansão (talvez por isso o riso contido do Trio Ternura aí em cima), mas a aparência é bem natural.
Coitados, esses já devem ter passado por poucas e boas.
São incontáveis os constrangimentos na vida de um careca que não se aceita.
Quando o telhado ainda não está totalmente descoberto muitos recorrem às pílulas de finasterida. Depois que o destelhamento já está num grau mais avançado, há os que usam peruca (e creem que ninguém percebe); os que pagam pelo implante (um processo dolorido e caríssimo); os que fazem uma espécie de “interlace” (aquele estilo Eike Batista) e os que chutam o pau da barraca recorrendo a sprays mágicos.
Sempre me lembro de um comercial à la “Polishop” que mostrava um careca tendo sua cabeça “pichada” por um desses sprays. Brilhava como sapato recém-engraxado. A grande questão era imaginar aquele mais novo detentor de cabelo sob uma chuva de verão. Além de escorrer, a tinta poderia manchar a roupa do sujeito.
Na ânsia de descobrir o nome do produto, recorri ao Youtube e encontrei uma picaretagem ainda maior: o “Toppik”, que segundo a garota-propaganda é “pra você que tá com rarefação no seu couro cabeludo”.
No comercial, um “especialista” explica: “Na verdade esse produto ele é cabelo. O ‘Toppik’ é queratina em pó tratada eletrostaticamente”.
Daí vem o constrangimento. O “especialista” salpica uma espécie de talco (ou canela em pó, como preferirem) na cabeça de um coitado cujo “grau de calvície é do tipo 6 pro tipo 7”.
Se passar um vento, já era.
Seja bem-vinda, tatuagem capilar.

O tema Rubric. Blog no WordPress.com.