O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2012/01/04

MIGALHA DE MUSEU

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 09:38

Em novembro do ano passado um dente molar de John Lennon – cariado – foi vendido por mais de R$ 54 mil. O comprador, um dentista, tinha planos de exibir o dente do astro em seu consultório.
Há dois anos também foram leiloados objetos pessoais de Winston Churchill: uma ponte móvel com apenas seis dentes postiços, um cinzeiro e alguns charutos. A prótese dentária foi arrematada por R$ 46 mil.
Na categoria comida, um pedaço de “french toast” (rabanada) mordido por Justin Timberlake e acompanhado de syrup (espécie de “Karo”) e um garfinho de plástico foram vendidos no eBay por $1,025.
Nos Estados Unidos, um chiclete mascado por Britney Spears e uma garrafa com um pouquinho de cerveja deixada por Kurt Cobain também encontraram compradores.
“O apetite por conhecer mais sobre a vida dos famosos – sem importar a banalidade dos detalhes – é um dos grandes fenômenos culturais do século 21”, diz o site da BBC, que dedicou uma longa reportagem ao “Museum of Celebrity Leftovers” (“Museu das Sobras de Comida das Celebridades”, ao pé da letra).
Há oito anos o café – localizado em Kingsand, sudoeste da Inglaterra – tem levado adiante a experiência de explorar essa obsessão mostrando restos de comida de figuras públicas.
“O crescimento de leilões online com grande quantidade de compradores e vendedores tem alimentado esse mercado – apesar de esses itens causarem problemas aos colecionadores amadores por serem perecíveis”, informa a matéria.
O museu é ideia de Michael e Francesca Bennett. A coleção do casal começou a ser formada há oito anos, após a passagem do fotógrafo de Moda David Bailey pelo estabelecimento.
Logo que ele entrou, o casal quis comemorar a visita de um jeito diferente. Em vez de tirarem uma foto, eles decidiram juntar o resto da comida – as migalhas de um sanduíche, no caso – e colocá-lo numa caixa transparente.
Hoje o museu tem uma seleção de migalhas em vários estágios de decomposição e recebe milhares de visitantes – pessoalmente e online – de várias partes do mundo.
Segundo Michael, “é um instantâneo das celebridades da primeira década do século 21 inglês”.
O acervo é bem variado e, apesar de poucos famosos serem nossos conhecidos, na Inglaterra é um sucesso. Até Charles e Camilla já conheceram o local.
Há “restos comestíveis” do cineasta e produtor Michael Winner, de Peter Doherty (o músico drogado mais conhecido por ter namorado Kate Moss), do jornalista Jan Leeming, do moço do tempo Craig Rich e de Eddie Marsan, um dos atores de “Missão Impossível 3”, que deixou um pedaço de “Cornetto” no museu.
Adoraria inaugurar um museu desse tipo por aqui. Quem tiver migalhas do panetone do Arruda ou da tapioca do Orlando Silva pode entrar em contato comigo.
Uma coisa é certa: com a proliferação das celebridades instantâneas, nunca faltará material ao museu de Michael e Francesca. Nem ao meu.

Confiram o site do museu AQUI

Anúncios

2 Comentários »

  1. Dificil acreditar numa coisa dessa..

    Comentário por picida ribeiro — 2012/01/04 @ 10:19

  2. Pois, é Tati! Uma pena que “ninguém” vê os panetones ou as tapiocas ou tudo o mais que pode existir de “comestível” aqui no Brasil. Bjo grande e um ótimo 2012!

    Comentário por Vaninha — 2012/01/09 @ 16:02


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: