O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2012/01/03

AQUELE FIO DE CABELO COMPRIDO

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:01

A coletânea de abobrinhas que temos de engolir no período de festas é absurda.
Diante da falta de assunto, não resta outra opção aos jornalistas a não ser requentarmos temas que lemos e assistimos todos os anos: confusão na 25 de Março, simpatias para a hora da virada, dicas para curar a ressaca, a dieta ideal para começar o ano desintoxicado, o réveillon dos famosos e o clássico dia da troca de presentes que não serviram.
No meio dessa falta ineditismo, um artigo chama a atenção: Jesus era um nome comum na Galiléia do início dos tempos (“Yeshua”, originalmente). Mas e a marca registrada do filho de Deus, o cabelo? O visual hippie era típico na época?
Não. É o que revela o site “Slate”. É improvável que o penteado que Jesus exibe em todas as representações religiosas tenha a ver com seu corte real.
Segundo o site, a imagem de clássica – barba e cabeleira comprida e levemente encaracolada – começou a ser formada no século 6. Os primeiros cristãos representavam o cabelo de Jesus de diversas formas – longo, curto, liso, encaracolado, com barba ou barbeado. Há inclusive uma imagem de Cristo careca no British Museum.
“Provavelmente os artistas não pensavam em criar uma imagem histórica. O Novo Testamento não oferece uma descrição física de Jesus, então os artistas baseavam-se em retratos deles mesmos e em diversas ideias sobre como um deus deveria ser. Alguns filósofos, como Santo Agostinho, apreciavam as formas em que Jesus encarnado era retratado. É fácil pintar um homem, dizia ele, mas difícil pintar um deus”.
Há duas explicações possíveis para o surgimento desse Jesus Cristo superstar. Alguns creem que as representações foram baseadas na iconografia dos deuses romanos. Então ele era comparado à segunda geração de divindades pagãs, como Apolo e Baco, não tinha barba e era jovem.
Mas à medida em que ele começou a ser encarado como o “rei dos reis”, sentado no trono dos céus, sua imagem passou a se assemelhar mais à dos patriarcas do Olimpo. Netuno e Júpiter eram maduros, usavam barba e cabelos longos.
Outra explicação é oferecida pelo historiador Herbert Kessler. Segundo ele, os deuses pagãos que eram associados à água, como Netuno, geralmente tinham cabelos compridos que se fundiam à água. Jesus também tinha relação com a água: andou sobre ela, transformou-a em vinho e nas pinturas antigas é mostrado sobre os quatro rios do paraíso. Os primeiros cristãos talvez tenham relacionado esse estilo aos deuses da água.
Há também sugestões de que os primeiros retratistas confundiram Jesus de Nazaré com a ordem religiosa dos nazireus. Segundo a Bíblia, a característica mais comum entre eles era o cabelo comprido e a abstinência do consumo de vinho ou qualquer outro alimento à base de uva.
Segundo o site “Slate”, “essa explicação é inconsistente, já que diversas imagens de Jesus com o cabelo curto sobreviveram à antiguidade”.
Jassa, agora é com você.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: