O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/11/18

CARTOGRAFIA SENTIMENTAL

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 09:56

Como diz o comercial, o mundo não mudou tanto assim.
O mapa acima é o “Map of the Open Country of a Woman’s Heart” (algo como o “Mapa do País do Coração Feminino”, em tradução livre).
Criado entre 1833 e 1842, nos dá a chance de analisar com as mulheres eram percebidas 150 anos atrás. E a resposta: nada evoluiu.
A ilustração integra uma exposição online da “American Antiquarium Society” chamada “Beauty, Virtue & Vice: Images of Women in Nineteenth-Century American Prints” (“Beleza, Virtude e Vício: Imagens das Mulheres Americanas do Século 19 Através dos Anúncios”).
Por meio de fotografias, pinturas, representações em livros, imagens de revistas e jornais da época, a mostra revela como as mulheres eram vistas há cerca de 150 anos.
Segundo o mapa, o “Amor” está no centro do coração feminino, enquanto que o “Sentimentalismo” e outros sentimentos – incluindo “Bom Senso”, “Discriminação”, “Esperança”, “Entusiasmo” e “Amor Platônico” – tomam boa parte do território.
O texto da exposição diz que “as áreas dos sentimentos estão separadas de regiões traiçoeiras do coração feminino: ‘Egoísmo’ e ‘Faceirice’, especialmente para cavalheiros viajantes. Esses atributos sugerem que todas as mulheres são basicamente não-confiáveis. As áreas maiores, ‘Amor à Admiração”, ‘Amor ao Vestir’ e ‘Amor ao Exibir’ sugerem que elas são essencialmente fúteis e frívolas”.
A área denominada como “City and District of Love” (“Cidade e Distrito do Amor”) é cercada por uma cadeia de montanhas bem demarcada. A província do “Sentimento” é cortada pelo “Rio da Luxúria”.
O curador diz ao jornal “The Huffington Post” que “embora seja assinado por uma uma mulher – ‘By a Lady’ –, é bem provável que o mapa seja fruto da imaginação masculina”. Apesar disso, ele ressalta que um dos mais antigos e famosos exemplos de “cartografia sentimental” – a “Carte de Tendre” – é atribuída a uma mulher: a escritora francesa Madeleine de Scudery.
Além do mapa, a exposição tem seções como “Mulheres na Vida Pública”, “Mulheres em Casa”, “Ideal de Beleza”, “Mulheres como Objeto de Beleza e Desejo”, “Ameaças ao Ideal de Feminilidade: Escravidão”, “Variações no Padrão de Beleza, “Mulheres como Intérpretes” ou ainda “Imagens Femininas como Estratégia Publicitária”.
O “Huffington Post” lançou o desafio: “Quais seriam as características mais proeminentes de seu mapa interno? Se você tem inclinações artísticas e tem vontade de traçar alguma coisa, nós adoraríamos ver!”
Eu também. Aceito sugestões / trabalhos de leitores criativos.

Vejam o mapa inteiro AQUI

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: