O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/11/10

O REINO DE POLIANA

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 08:52

O Butão é o país mais feliz do mundo.
Será?
O artista multimídia americano Jonathan Harris jura que sim. No mês passado, ele deu sua contribuição ao índice de “Felicidade Interna Bruta” com seu projeto “Balões de Butão”.
O trabalho consiste num site e numa galeria de fotos em que ele faz um “retrato da felicidade no último reino do Himalaia”.
O conceito de “Felicidade Interna Bruta” existe desde 1972, foi instituído pelo quarto rei do país e é medido segundo 23 critérios. Ele baseia-se em quatro pilares: preservação das tradições butanesas e do meio-ambiente, crescimento econômico e bom governo.
Jonathan Harris ficou duas semanas no Butão e fez as mesmas cinco perguntas a 117 habitantes – como a melhor lembrança na vida, um desejo e o que eles fariam se fossem reis ou rainhas.
A felicidade foi medida num índice de 1 a 10. Além de posar para a foto mostrando a palma das mãos, Jonathan pediu que cada pessoa enchesse um número de balões correspondente à sua nota da felicidade (a média foi de 6,9).
“Achei que seria legal fazer algo bobo. Afinal, estamos falando de felicidade, que de uma certa forma é bobo”.
Ele entrevistou de monges a meteorologistas, evitou assuntos políticos e polêmicos e perguntou a diversas pessoas por que elas gostam da cor azul (“Porque é a cor do céu”).
O único questionamento que beirou a crítica foi quando Harris perguntou o que elas gostariam de mudar no Butão. Birdy Namgay, que trabalha com importação de roupas em Thimpu, a capital do país, responde que não mudaria nada. “Eu sou feliz”.
Os desejos que alguns deles manifestaram escrevendo nos balões foram curiosos: “Gostaria de ter nascido menino”. Outra: “Casar com um homem que tenha carro”.
Mas nem todos os butaneses pensam dessa maneira. Segundo o site “Good”, que divulgou o projeto de Jonathan Harris, o artista passou à margem do programa do governo que expulsou 1/6 da população em nome da pureza étnica.
No início dos anos 90, o governo começou a expulsar os “Lhotshampas” – a minoria étnica de origem nepalesa que vivia no sul do país.
A justificativa do regime era preservar a cultura butanesa da influência estrangeira.
Na metade da década de 90, 107 mil refugiados viviam entre os campos do sudeste do Nepal. Proporcionalmente, é o país do mundo que mais expulsou a população nacional.
Após conversas infrutíferas entre o Nepal e o Butão, países ocidentais concordaram em receber os refugiados. Parte vive na Índia ou mesmo hoje são mantidos em campos. Só os Estados Unidos receberam 60 mil a partir de 2008.
Khem, que foi expulso do Butão aos 13 anos e ficou 17 num campo de refugiados, hoje vive em Oakland, California, e é ativo na comunidade de refugiados. “Agora eu sou feliz. Mas o governo gosta de dizer que há um índice de felicidade interna bruta quando 1/6 do povo está fora do país”.
Muitos butaneses nem sabem da verdade sobre os “Lhotshampas”. A maioria sabe que milhares de pessoas foram expulsas. Apenas os mais educados são cientes do problema.
Khem questiona a habilidade dos butaneses de falar o que se passa em suas mentes – tanto para a imprensa quanto para um forasteiro. “Eles não têm liberdade de discurso. Dizem que são felizes, mas a democracia lá não existe”, diz ao site “Good”.
De fato, a limpeza étnica não foi um assunto nas entrevistas feitas por Harris, o que gerou alguns comentários críticos no site “Brain Pickings”: “Isso é obsceno. É como um documentário nazista sobre a felicidade dos alemães sem os judeus”.
O que levanta a questão: é apropriado focar na felicidade geral de uma nação quando uma vasta porcentagem do povo é proibida de compartilhar essa felicidade? Onde estão os balões dos “Lhotshampas”?

Confiram o site do “Balões de Butão” AQUI

Anúncios

1 Comentário »

  1. Essa coisa de felicidade geral da nação sem que sejam vistos concretos indicativos…

    Beijocas!

    Comentário por Selma Barcellos — 2011/11/10 @ 17:25


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: