O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/11/07

FAXINA TAMBÉM É ARTE

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 08:49

Pode ser TOC, pode ser bobagem, pode ser uma piada ou simplesmente uma forma de enxergar o mundo de um jeito diferente. Chamem como preferirem, mas com certeza Ursus Wehrli é um artista e tanto.
“Nós, suíços, somos conhecidos pelos nossos chocolate e queijo, nossos trens estão sempre no horário e nós ficamos felizes quando as coisas estão em ordem”.
É assim que Ursus tenta explicar seus trabalhos. Além de artista plástico, Ursus também é músico, acrobata e produtor de shows. No caso de sua carreira como artista plástico, seu diferencial é organizar objetos do cotidiano e até quadros de artistas famosos. Sua “mania” já rendeu dois livros de “A Arte da Organização”.
Ursus faz a alegria de quem tem transtorno obsessivo por organização. Ele bota ordem desde numa sopa de letrinhas até num estacionamento.
O artista lembra um pouco, na ironia e na cara de pau, Guto Lacaz.
Numa palestra a uma plateia americana em 2006 – cujo vídeo está disponível no Youtube – Ursus explica que a “Tide Art” é um conceito que nasceu como um hobby.
Começou há alguns anos graças à pintura de um artista americano chamado Donald Baechler. No quadro – que ele tem na parede de casa – um homem parece brincar com cubos vermelhos.
Cansado de ver, diariamente, a bagunça causada por Donald, Ursus resolveu fazer um quadro semelhante, no qual os cubos aparecem organizadamente empilhados.
Depois dessa experiência ele passou a olhar a arte moderna mais de perto.
Na palestra, Ursus pega uma pintura de Paul Klee, com vários quadradinhos coloridos, e a define como “confusão de cores”. “O artista parecia não saber onde colocar as cores diferentes. Nós não sabemos, mas provavelmente o sr. Klee estava apressado, talvez tivesse de pegar um avião ou coisa parecida”, diz.
Na versão de Ursus para a pintura de Paul Klee, os quadradinhos aparecem empilhados.
Mas Paul Klee é para iniciantes.
Então ele passa para um quadro “avançado” de Joan Miró. Após descrever a pintura, fala que é “o tipo de coisa que você faz quando está rabiscando ao telefone”. E apresenta sua versão, organizada: “Com esse método, o sr. Miró poderia ter economizado tela para outra pintura”.
Já com uma das pinturas de René Magritte, “Golconda”, Ursus deita e rola.
Na tela, na qual homens caem do céu como gotas de chuva, ele organiza os homens por tamanho no canto direito.
Nem o quarto mais famoso de Van Gogh – “Quarto em Arles” – escapa. Inspirado por cartões de hotéis – “Por favor, arrumar o quarto” – Ursus reproduz o cenário com exatidão, mas toma a liberdade de arrumar todos os objetos de cena colocando tudo sobre (ou embaixo da) a cama.
Segundo Ursus, o quarto de Van Gogh não é arrumado de 1888.
Sensacional.

Confiram algumas fotos AQUI

Assistam a uma palestra dele, em 2006, AQUI

Anúncios

1 Comentário »

  1. Iiihhh, Tati;
    Se esse artista viesse aqui em casa ia se sentir no centro do próprio movimento dadaísta!
    Bjão,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2011/11/07 @ 10:41


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: