O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/10/29

QUANDO DEUS DÁ ASAS AO BICHO-GRILO

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 10:49

Tudo o que ele queria era conseguir grana para passar as férias com a namorada na Bahia. Sem saber fazer nada na cozinha além de brigadeiro e miojo, Hare Rafa teve a ideia de matar a fome de seus colegas praianos.
Pediu R$ 50 emprestados para a avó, comprou os ingredientes e começou a confeccionar hambúrgueres vegetarianos na cozinha da casa da mãe. Nada foi premeditado: “Os primeiros eu fazia com o maior cuidado, pensando no hambúrguer que eu gostaria de comer. Queria que fosse o melhor da galáxia”.
Assim nasceu o “Hareburguer”: hambúrguer vegetariano feito com carne de soja, molho galáctico, cheddar alucinante, tomate orgânico psicodélico e psicotrônico, alfaces ondulantes e ressonâncias esotéricas e sinestésicas.
Hare Rafa é Rafael Krás, ex-estudante de Jornalismo que viu seu negócio com o “Hareburguer” sair do posto 9, em Ipanema, e se expandir por toda a galáxia.
Munido de seu isopor carregado de hambúrgueres, chapéu e chinelos, Rafa começou a vender seus sandubas na praia de Ipanema e não só conseguiu juntar dinheiro para ir para a Bahia com a “Hare Girl”, como virou empresário.
Além de continuar vendendo o “Hareburguer” – e outros sete sabores de sanduíches vegetarianos – Hare Rafa abriu uma loja.
Rafa é um vendedor nato. Mas não só isso. Foi esperto o suficiente para saber que precisava inventar algo para se destacar nas areias. “Tinha que criar uma história em torno disso”.
Além do tradicional – vendido por sete “harins” – há outras opções no cardápio, como o Shiva Shiitake (hambúguer de soja, tomate seco, shiitake refogado no molho shoyo e mostarda de mel) e o Yin Yang Saturniano (hambúrguer de soja, tomates verdes fritos e abacaxi giratório).
Hare Rafa diz que apesar das dificuldades, nunca pensou em desistir – nem quando levava cano dos clientes. “Mas logo deixei de ser bonzinho”.
No início, a “Hare mãe” ficava desesperada com a bagunça e com as labaredas que de vez em quando subiam por sua cozinha.
Hoje – ainda ao lado da “Hare Girl”, que fica no caixa da loja – Hare Rafa conta com o “Harephone” e com o “Harecard”, o cartão fidelidade. A cada dez “Hareburguer” o cliente ganha uma viagem a Júpiter.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Nada é por acaso, o trem da vida passou, ele embarcou munido de hambúrgueres vegetarianos.

    Comentário por Juventino — 2011/10/29 @ 11:17

  2. A história é boa, mas o texto é que é maravilhoso!!!

    Comentário por picida ribeiro — 2011/10/29 @ 12:25


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: