O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/10/18

É GRAVE, DOUTORA?

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:34

Na semana passada, uma holandesa de 42 anos foi detida porque ligou 65 mil vezes para o ex-namorado durante um ano – o que dá cerca de 178 ligações por dia ou umas 7 por hora. Além de continuar sem o amado, a descontrolada está sendo processada.
Se algum dia essa vontade passar pela cabeça de alguma leitora deste blog, um conselho: em vez de pegar o telefone, dê preferência a um livro: “Don’t Call That Man!” (“Não Ligue Para Aquele Cara!”), da psicoterapeuta Rhonda Findling.
Como uma palestrante dos “Alcoólicos Anônimos”, Rhonda ensina como conter os sentimentos de desespero e acabar com o círculo vicioso de telefonemas.
Rhonda fala sobre como lidar com homens ambivalentes e indisponíveis, como se proteger num relacionamento e até como superar uma recaída. No penúltimo capítulo, a autora elabora um programa de dez passos para ajudar as leitoras a domarem a compulsão de atormentar o ex.
Entre as sugestões, Rhonda recomenda que quando a vontade de ligar se tornar praticamente incontrolável, a dica é aguardar as duas primeiras horas. Esse é o tempo de passar o impulso. Mas em tempos de Twitter, Facebook, email, mensagens de texto, FourSquare e check-in isso funciona? Justamente. A desesperada pode monitorar o ex de outras 15 formas sem dar um único telefonema.
Escrever também é algo útil. Se for boa o bastante, pode até publicar um livro.
Outra dica de Rhonda vai na contramão do resultado do estudo sobre o qual falamos ontem, que relaciona casamento feliz e idealização. Segundo a autora, é fundamental parar de atribuir “qualidades mágicas” ao ex.
“Don’t Call That Man!” foi lançado há quase 15 anos, traduzido para oito idiomas e é um sucesso de vendas. Portanto, tão inacreditável quanto ligar 65 mil vezes para um ex é pensar que alguém possa comprar um livro com este nível de autoajuda.
Mas o desespero pode mudar o mundo – para o bem e para o mal. Há muito mais gente descontrolada por aí do que imagina nossa filosofia de botequim.
O mais curioso é que o descontrole emocional não vê idade, classe social ou sexo. Ele simplesmente existe.

Anúncios

1 Comentário »

  1. Conheci e bem de perto, mulheres alucinadas pelo fim de um relacionamento. Já testemunhei cada coisa!!
    Perfeita a frase: Desepero é que move o mundo, para o bem e para o mal.

    Comentário por picida ribeiro — 2011/10/18 @ 11:19


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: