O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/09/25

FONDUE DA PRIMAVERA

Filed under: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 10:36

Abrir o primeiro site de notícias da lista de “Favoritos” e dar de cara com a imagem acima já é pra causar uma sensação estranha logo de manhã.
Ué, mas o tal do satélite do tamanho de um ônibus caiu em Brasília? A probabilidade de se esborrachar no Brasil não era de 1 em 21 trilhões? Será que os extintores de incêndio do Congresso estão nos trinques? E os sprinklers? São do tipo Duchas Corona ou Lorenzetti?
Já tratando de afastar as primeiras tendências sensacionalistas do domingo, leio a informação de que provavelmente tudo não passou de um incêndio decorrente de um curto-circuito numa gambiarra feita por catadores de lixo que moram nas imediações do Palácio do Jaburu, casa do vice-presidente Michel Temer.
Que pena. Nem para causar um incêndio decente o PMDB serve.
Refeita do sentimento o-que-aconteceu-por-aqui-que-eu-não-tô-sabendo, constato que essa não foi a única gambiarra da semana. A gambiarra-mor foi o queijo.
Manchete do “Correio Braziliense”: “Queijo terá de deixar apartamento funcional na 203 Sul, decide juiz”.
Quem não acompanhou a novela do queijo nesta semana deve ter se surpreendido: mas um jornal tratar queijo como sujeito? Geralmente quem sai de um apartamento é o proprietário ou o inquilino.
A verdade é que o queijo estava, tal parasita, hospedado no apartamento funcional de Clineo Monteiro França Netto. Mas o queijo, coitado, não passou de um laranja. Porque o parasita é Netto. Esse já virou queijo fundido.
Ex-funcionário do Ministério do Trabalho, ele usava o apartamento como depósito e centro de distribuição da empresa de sua família, distribuidora da marca “Tirolez” em Brasília.
Não foi o cheiro que chamou a atenção dos vizinhos, mas o entra e sai diário de toneladas de queijo. Os moradores se sentiram indignados com o fato de o imóvel ter se transformado em depósito de laticínios e com a justificativa de que o alimento era para consumo pessoal.
Mas, minha gente, ratazanas amam queijo.
A família França tem de se dar por satisfeita. Poderia ter sido muito pior. Em vez de ser soterrada por toneladas de queijo, poderia ter tomado cinco toneladas de destroços de satélite na cabeça.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Falou e disse: as ratazanas amam queijo. Não poderiam ter utilizado o apartamento funcional para uma atividade mais relacionada à função parlamentar.

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/09/25 @ 14:43

  2. Tempos atras foi a esposa de parlamentar fazendo compras com carro e motorista, agora o queijo (sujeito) no notíciário e vamos esperar a proxima manchete.

    Comentário por Juventino — 2011/09/25 @ 18:10

  3. Boa, Ricardo. Tudo dito.
    E me amarrei no nome… Clineo. So clean.

    Beijocas!

    Comentário por Selma Barcellos — 2011/09/25 @ 19:35


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: