O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/09/23

CHOCADA

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 10:35

Nem só da cura do câncer, da Aids e de outras doenças vivem os esforços científicos. Há diversos estudiosos tentando encontrar respostas para situações que nem sabíamos que poderiam ter explicação. Assumimos que são assim e pronto.
A coloração da casca dos ovos das aves, por exemplo. O assunto tem sido objeto de estudo científico há mais de um século. Apesar de tanta pesquisa, ela ainda é parcialmente entendida, como explica um artigo publicado no site da revista “Wired” nesta sexta-feira.
Em “Uma visão embrionária sobre a pigmentação da casca de ovo” – uma reunião de estudos realizados pelos biólogos australianos Golo Maurer e Phillip Cassey, da Universidade de Adelaide – estão apresentadas sete possíveis explicações para a cor das cascas dos ovos das aves.
As ideias dos dois contrastam com explicações anteriores de outros pesquisadores: o biólogo Alfred Russel Wallace e o naturalista Alexander M’Aldowie. Segundo M’Aldowie, o objetivo da pigmentação da casca é proteger o embrião da radiação. Para Wallace, ela fornece camuflagem contra predadores.
O argumento de Wallace é o mais aceito e as pesquisas posteriores tenderam a considerar a pigmentação como decorrente de algo externo. Entre as explicações estão camuflagem e uma ideia mais evolucionária: a de que aves parasitas põem seus ovos em outros ninhos para tentar imitar os de outra espécie (enquanto estas desenvolveram padrões para distinguir seus ovos dos das aves parasitas).
Para os australianos, apesar de corretas, essas explicações são parte da história. Eles dizem que a pigmentação pode ajudar sim a filtrar os raios ultravioletas, mas a luz continua sendo necessária: até as cascas mais escuras permitem a passagem de alguma luminosidade.
A luz permite o desenvolvimento das células, ajuda as estruturas do embrião a se alinharem, estimula o DNA, a instalação de comunidades de bactérias dentro de cada ovo e ajuda o embrião a aprender a diferenciar o claro do escuro e a calibrar seu ciclo biológico nas 24 horas.
Além disso, a pigmentação varia conforme a chuva e as situações climáticas – provavelmente permitindo às aves fazerem os ajustes de voo ao local e à circunstância da estação. Nas gaivotas, por exemplo, o segundo dos três ovos é sempre mais escuro dos que os outros.
Interessante, não?

Anúncios

2 Comentários »

  1. E quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha ?

    Comentário por Juventino — 2011/09/23 @ 18:06

  2. Esses cientistas… Sempre querendo achar pelo em ovo!

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/09/24 @ 01:52


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: