O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/09/22

O NÁUFRAGO

Filed under: Cri-crítica — trezende @ 09:18

Com um ponto de interrogação na testa. É com essa marca que deixamos a sessão de “Larry Crowne – O Amor Está de Volta”, com Tom Hanks e Julia Roberts.
Difícil entender qual é a do filme – que marca o retorno de Tom Hanks à direção 15 anos depois de “The Wonders – O Sonho Não Acabou”.
Por que, apesar de raposa velha no mundo cinematográfico, Tom Hanks realiza um forte candidato a “Sessão da Tarde” tão frouxo e com tanto clichê?
A impressão é a de que dois amigos reencontram-se no supermercado e, conversando sobre amenidades, perguntam-se o que andam fazendo da vida. “Nada”. É a resposta de ambos. Então eles resolvem voltar a atuar juntos – o primeiro e único encontro da dupla foi há quatro anos, em “Jogos de Poder”.
Em “Larry Crowne”, Hanks também é um dos roteiristas, ao lado de Nia Vardalos – atriz e roteirista de “Casamento Grego”.
Na história, Larry é um dedicado funcionário de supermercado demitido durante um corte sob a alegação de que não tem curso superior. Endividado e desempregado, ele decide se reinventar voltando à universidade.
Larry é querido por todos, faz amizade com facilidade e logo se entrosa com uma turma que se reúne para dar rolês de vespas. Ele só peca num detalhe: veste-se mal.
Não demora muito Larry conhece a professora de Oratória (Julia Roberts), que está de saco cheio de tudo – do emprego, dos alunos e do marido – e abafa as mágoas bebendo.
Cinco cenas para alguém dar um palpite sobre o que vai acontecer.
Tom Hanks é um ator com uma carreira bastante irregular. Já recebeu o Oscar por suas atuações em “Filadélfia” e “Forrest Gump”, fez papéis marcantes como o de “O Náufrago”, mas também já se envolveu em roubadas como “Anjos e Demônios”. “Larry Crowne” é mais um furo n´água.
É compreensível que a um certo ponto da carreira o ator queira se arriscar por outras áreas – como a direção e o roteiro – até por realização pessoal. Mas por que não fazer algo pelo menos original?
Invente, tente, faça um filme diferente.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Tati, não consigo ser concessiva com Tom Hanks… Não gosto dele em nada.

    Beijocas.

    Comentário por Selma Barcellos — 2011/09/22 @ 19:58

  2. Fato inédito : Eu e Selma com opiniões diferentes: Gosto de tudo no Tom Hanks e na JUlia Roberts tambem. Acho que vou perdoar essa sessão da tarde, embora sabendo que eles poderima e deveriam fazer mais e melhor….

    Comentário por picida ribeiro — 2011/09/24 @ 10:53


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: