O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/09/19

O WALLY CHINÊS

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 08:32

Sabem aqueles dias em que temos vontade de desaparecer? Liu Bolin não fica só na vontade e leva o desejo dele ao pé da letra.
Esse artista chinês de 36 anos escolhe um fundo ao qual gostaria de se fundir, fica bem quietinho por horas – às vezes um dia inteiro – e o resultado é a série de fotografias “Hiding in the City”.
A inspiração veio de seu sentimento de não se encaixar à sociedade moderna. Além disso, é um protesto silencioso à perseguição aos artistas na China.
“Naquele momento (2005), a arte contemporânea estava em rápido desenvolvimento em Pequim, mas o governo decidiu que não queria artistas como nós reunidos e atuantes. A situação para os artistas na China é muito difícil”, diz ele.
“Algumas pessoas me chamam de homem invisível, mas pra mim é justamente o que não pode ser visto na pintura que conta uma história”.
Liu conta que depois de se formar não encontrou trabalho e sentiu que não havia espaço na sociedade para ele.
Sua arte exige uma boa dose de paciência. Ele posa e trabalha nas fotografias por mais de dez horas. “Escolho um bom fundo onde eu queira ‘desaparecer’ e depois fico imóvel até receber a pintura” – feita sobre o corpo dele com a ajuda de assistentes.
Liu já se escondeu em diversos lugares na China, Nova York e Paris e suas imagens já foram expostas em diversas galerias de arte pelo mundo.
Além da prateleira de supermercado, Liu Bolin se camuflou numa plateia de teatro, em templos chineses, muros, construções, cabines telefônicas, trens, na bandeira americana e em montes de entulho.

Confiram as imagens AQUI

Anúncios

3 Comentários »

  1. Liu, onde vc escondeu ” Kadhafi ” ?

    Comentário por Juventino — 2011/09/19 @ 17:45

  2. Loucurita, hein, Tati?

    Queria que Sarney e a corja de Brasília fizessem isso e congelassem ali. Paisagem de entulho de lixo, claro.

    Beijocas.

    Comentário por Selma Barcellos — 2011/09/19 @ 20:49

  3. Muito legal!
    Já li em algum lugar que os EUA estão estudando formas de camuflagem do tipo em uniformes militares, desenvolvendo um tecido que muda de cor conforme o ambiente que o soldado está. Obviamente prefiro a aplicação artística à bélica.

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/09/19 @ 21:35


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: