O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/09/12

QUEM TEM BOCA VAI À ROMA

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 08:27

Muita gente adoraria enxergar algumas situações através do buraco da fechadura. Eu, por exemplo, daria todo o meu ouro para bisolhar certas portas em Brasília.
O fotógrafo inglês Justin Quinnell passou à prática e encontrou um novo significado para a expressão botar a boca no mundo. Ele transformou sua boca na câmara escura perfeita para uma câmera pinhole (buraco de alfinete, ao pé da letra).
A pinhole geralmente é feita a partir de uma lata ou caixa de papelão com um furinho num dos lados da câmara obscura e um pedaço de filme ou papel fotográfico no lado oposto. Basta expor sua “arma” para a cena a ser fotografada por alguns minutos.
Não só funciona, como produz um resultado lindo. Aqui no Brasil há inúmeras iniciativas de projetos com pinholes envolvendo crianças de rua ou comunidades carentes.
No caso de Justin, ele fotografou de tudo: a Ópera House de Sidney, seu filho Louis, a visita ao dentista, seu jantar, café da manhã e até um momento relaxante na banheira de casa. Ele se posicionava, permanecia boquiaberto por alguns minutos para expor o filme de maneira correta e o clique estava feito.
“Um dia, sentado com uma pinhole, pensei: ‘Adoraria se isso se ajustasse à minha boca’. Então peguei uma das 110 câmeras que uso para jogar do alto dos prédios ou colocar nas petecas e botei na boca. Ela se encaixou perfeitamente lá no fundo”.
A experiência de tirar fotos na frente do espelho ou num bar com uma caneca de cerveja na frente da boca fez até que Justin deixasse o cigarro.
“As imagens me mostraram o interior da minha boca e me ajudaram a tomar a decisão certa a respeito do fumo”, conta ele.
Além de fotógrafo, Justin é professor de fotografia e especialista em pinhole há mais de 20 anos. As fotos sob sua perspectiva bucal renderam o livro “Mouthpiece”, lançado há cerca de cinco anos.
Além deste, Justin realizou outro projeto inusitado: o “Slow Light”, no qual ele instalou câmeras pinholes em alguns pontos da Inglaterra durante seis meses – do solstício de inverno de 2007 até o solstício de verão de 2008. O resultado é impressionante.

Visitem o site de Justin AQUI

Anúncios

3 Comentários »

  1. Bom dia, Tati.

    Tomara que ele não engula a câmera e a gente acaba tendo fotos por outra perspectiva…

    Bjão, ótima semana pra vc!

    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2011/09/12 @ 08:54

  2. Mas… Por que escovar os dentes com uma aranha morta, bem em cima do creme dental?
    Essa sem dúvida é a mais legal. :-)

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/09/12 @ 19:20

  3. quem tem boca VAIA Roma ;)

    Comentário por marco — 2011/09/15 @ 16:06


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: