O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/08/29

CAMPANHA DO AGASALHO

Arquivado em: Mentes brilhantes — trezende @ 08:33

No ano passado entrevistei Paulo Maia, fundador da ONG “SOS Aves e Companhia”, uma entidade que apesar do nome, salva animais de tudo que é tipo. Até aí, nenhuma novidade – apenas uma espécie de Luísa Mell das ONGs.
Mas um dos projetos de Paulo é digno de palmas: o “Bicho Sagrado”, que resgata animais usados em despachos de macumba, como galinhas, cabritos ou bodes. No caso das galinhas, além de salvá-las das encruzilhadas, Paulo doa os ovos a comunidades carentes do Rio – ele só pede para não revelar quais são com receio de que os ovos sejam rejeitados no momento em que os beneficiados descubram a procedência do alimento.
Atualmente Paulo tem mais de cem penosas.
Pois agora, da Inglaterra, chega a notícia de uma iniciativa semelhante. Trata-se do “Little Hen Rescue”, um grupo que há cerca de dois anos resgata galinhas vítimas de espancamento ou que conseguiram fugir de granjas que as maltratavam.
Até o momento, o grupo já salvou 25 mil aves de fazendas das regiões de Norwich, Norfolk e Leicestershire, mas vive em busca de pais adotivos para suas filhinhas mediante uma quantia simbólica. Segundo a fundadora, Jo Eglen, cerca de 50 galinhas encontram um novo lar a cada semana.
Assim como a ONG de Paulo Maia, a “Little Hen Rescue” tem sua peculiaridade.
As galinhas que conseguem escapar da morte chegam ao abrigo magricelas, machucadas e sem penas. Sensibilizados com o estado crítico delas, voluntários passaram a tricotar blusinhas de lã – algumas bem estilosas.
Miranda McPherson, responsável por um desses clubes do tricô, conta que enquanto as aves esperam suas penas crescerem novamente – o que pode ocorrer em até seis semanas –, elas podem se beneficiar dos suéteres.
No site do “Little Hen Rescue” há inclusive o molde do suéter. Quem se interessar, pode tricotar um modelinho e enviar para a associação.
Faça sua parte: agasalhe um pintinho!

About these ads

4 Comentários »

  1. Suéter… Pegarei o molde de um manteau!

    Beijocas!

    Comentário por Selma Barcellos — 2011/08/29 @ 12:28

  2. Eu faço a minha parte. Agasalho bem o meu pintinho… Brincadeiras a parte, sou da opinião de que toda a energia gasta por essas ONGs deveria ser voltada para o bicho homem/mulher. As pessoas se sensibilizam mais por uma galinha esfarrapada do que por um ser humano em condições idem.

    Comentário por Joubert — 2011/08/29 @ 14:57

  3. Magnífica ação dos voluntários…..

    Comentário por Juventino — 2011/08/29 @ 17:07

  4. Sou leigo no assunto, mas os animais usados em despachos não são sacrificados? Ou a ONG do Paulo faz uma operação resgate nos terreiros?

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/08/29 @ 22:44


Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O tema Rubric Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: