O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/08/26

UMA QUESTÃO CABELUDA

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 11:06

Nem a cura para o vício do cigarro nem a pílula que elimina gordura sem sacrífícios. O laboratório que inventar um spray capaz de deixar o cabelo feminino pronto em questão de segundos terá feito a maior revolução do século.
Mais do que uma inquietação estética ou futilidade, o cabelo está diretamente ligado à sáude.
O “The New York Times” publicou uma matéria em que explica o motivo.
Numa visita a uma feira de cabelos em Atlanta – a “Bronner Brothers International Hair Show” – a repórter ouviu a palestra de uma especialista no assunto, a dra. Regina Benjamin. A médica foi clara: muitas mulheres desistem de se exercitar porque estão preocupadas com o cabelo.
“Várias vezes ouvimos as mulheres dizendo, ‘Não posso fazer exercício hoje porque não quero deixar o cabelo suado ou molhado’. Quando você tem de iniciar um exercício procura motivos para não fazê-lo. Muitas vezes o cabelo é a razão”, explica ela.
O problema, diz a dra. Regina, é que várias delas – particularmente as negras como ela – investem quantidades consideráveis de tempo e dinheiro em químicos, relaxantes e outros tratamentos. Umidade e exercícios podem destruir rapidamente todo o esforço. O resultado é que elas evitam atividades físicas.
Segundo um grupo de pesquisadores que estuda o tema “cabelos x exercícios”, cerca de 50% das mulheres negras com mais de 20 anos são gordas ou estão com sobrepeso. Entre as brancas o número é de 33% e entre as hispânicas, 43%.
Mas não são apenas as negras as maiores vítimas. “Conversei com várias mulheres e percebi que esse é um problema que acontece com minhas pacientes mais velhas também, que geralmente falam, ‘Arrumo meu cabelo toda semana e não quero bagunçá-lo’”.
A dra. Rebecca Alleyne, cirurgiã especializada em câncer de mama, é uma delas. Ela contou que até um ano e meio atrás costumava correr, pedalar e nadar seis dias por semana. Até que começou a usar aplique no cabelo – que requer uma certa manutenção – e a fazer chapinha.
Em seis semanas, ela engordou quase dois quilos e meio. “As barreiras, no meu caso, foram um investimento de 60 dólares e duas horas e meia no salão”, disse Rebecca.
Já Jackie Gordon, uma secretária-executiva de 47 anos, contou à reportagem que começou a relaxar o cabelo ainda na adolescência. “Quando digo que não vou à academia porque demoro horas para arrumar o cabelo falam que estou arranjando desculpas porque sou preguiçosa”.
Os especialistas médicos fazem questão de frisar ainda que a aparência é apenas um dos obstáculos no caminho à esteira. Conciliar demandas familiares, crianças e trabalho – tarefas que transcendem a questão racial – podem transformar o exercício físico num luxo. “No fim do dia as mulheres estão completamente exaustas”, diz a dra. Pamela Peeke, professora-assistente de Medicina na Universidade de Maryland e porta-voz da Faculdade Americana de Medicina do Esporte.

Anúncios

1 Comentário »

  1. É por isso que Sinead O’Connor na década de 90 era tão magrinha? :-)

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/08/27 @ 09:34


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: