O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/08/10

UM HOMEM DE VISÃO

Arquivado em: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 08:44

Existem vários perfis de picareta. Desde os que “amarram o amor” até os que realizam previsões através da leitura das mãos, dos búzios, das cartas, das runas, da bola de cristal ou da borra do café.
Difícil dizer em que categoria Jucelino Nóbrega da Luz se encaixa – ou até se ele se enquadra na dos picaretas.
Ele diz ter o dom da premonição. O que o diferencia dos demais é que, segundo ele, suas previsões se confirmam – do jeito e na data aproximada por ele. A prova são os registros e autenticações em cartórios – cartórios obscuros existem aos montes, mas vamos lá:
Jucelino é autor de “Sonhos Sem Fim”, no qual fala de suas previsões envolvendo as mortes de Michael Jackson, John Lennon, Ayrton Senna e Elvis Presley.
Como diz o prefácio do livro, Jucelino é “ambientalista, pacifista, escritor e premonitor nascido em Floriano, Paraná”. Atualmente está “radicado em Águas de Lindóia”.
Nesta semana conversei com Jucelino. Ele me contou que seus sonhos premonitórios começaram aos 9 anos de idade. Em 1969, o pequeno Jucelino sonhou com um acidente na via Anchieta que vitimaria uma família inteira. O fato se concretizaria quatro anos depois.
Por causa do dom, chegou a ser hostilizado na escola após prever que um de seus colegas teria um ataque cardíaco em seus braços.
A partir dos 13 anos ele passou a registrar em cartório o conteúdo de suas premonições e posteriormente a enviar cartas de alerta para as pessoas com as quais sonhava – foi assim também com Amy Winehouse.
Jucelino conta que seu índice de acertos varia entre 60% e 70% e seu único objetivo é avisar aos remetentes sobre o que a vida lhes reserva.
No livro, além do conteúdo das cartas – em inglês – e da documentação do cartório, ele reproduz os canhotos dos Correios. Através deles é possível comprovar o envio de correspondências para Michael Jackson entre 1998 e 1999.
Mas a história mais bizarra envolve Elvis Presley. Jucelino relatou que, aos 13 anos, após mandar uma carta para Elvis, o telefone de sua casa tocou. Do outro lado da linha, o rei do rock.
E aí, o que ele disse? “Agradeceu a preocupação e a correspondência, mas falou que jamais mudaria o comportamento”.
Quis saber ainda de Jucelino se ele teve sonhos com personalidades brasileiras. “Sim, com o Neymar. Já mandei uma carta pra ele. Ele vai ter um problema que vai começar na parte renal e vai agravar para a parte cardiorrespiratória. Se ele não se cuidar, em 2013, quando estiver jogando no exterior, pode falecer. E olha que eu avisei aquele lá do São Caetano…”.
Indaguei Jucelino sobre se ele tinha apenas premonições ruins. “Não… vem por aí a cura do câncer – menos o cerebral, claro –, a cura da diabetes e a vacina da dengue vem até 2015”.
Interessei-me especialmente sobre a chegada do alívio para os portadores de câncer. Segundo Jucelino, a cura virá de um estudo feito em parceria entre um laboratório alemão e um brasileiro.
Então, Jucelino, me cante aí as dezenas da Megasena acumulada.

O tema Rubric Blog no WordPress.com.