O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/08/06

O PREFERIDO DE OBAMA

Filed under: Cri-crítica — trezende @ 10:36

Hollywood não poderia ter escolhido época mais adequada para o lançamento de um filme cujo herói só pensa naquilo: salvar a América. Proposital ou não, a piada está pronta.
“Capitão América – O Primeiro Vingador” é um show de patriotismo.
No início da década de 40, Steve Rogers (Chris Evans) é um garoto pobre e fracote que alista-se inúmeras vezes no Exército, mas por causa de seus atributos físicos mirrados é recusado em todas elas. Com a ajudinha de um anjo que sempre aparece para ajudar os fracos e oprimidos, ele consegue realizar seu sonho. E mais: Steve vira o pupilo da equipe.
Graças à sua garra e determinação ele é escolhido para ser a cobaia de um projeto secreto chamado “Rebirth” (“Renascimento”). Depois que um soro especial é injetado em seu corpo, o Garoto Juca dá uma encorpada e se transforma num supersoldado alto, loiro e sarado. Enfim, o Chris Evans que já conhecemos de outros carnavais. Nesse ponto, a platéia feminina se manifesta por meio de gritinhos e suspiros.
O mais impressionante nessa transformação – além obviamente do invejável físico do ator – é que não há mudança do intérprete. O Garoto Juca de antes é o mesmo Chris Evans de depois.
Utilizando uma técnica digital parecida com a que foi usada para rejuvenescer os atores de “O Curioso Caso de Benjamin Button”, os produtores conseguiram encolher e enfraquecer Chris Evans.
Inicialmente ele vira um garoto-propaganda e começa a percorrer os Estados Unidos para ajudar a vender bônus de guerra junto com uma trupe de garotas, mas depois vai dar o sangue pela América usando nada além de um escudo que também faz as vezes de bumerangue.
Para quem não é muito fã de filmes de ação com explosões e barulheira, uma dose de paciência é necessária, já que o herói luta em plena Segunda Guerra Mundial.
Mas “Capitão América – O Primeiro Vingador” é, de longe, o mais ingênuo de todos os super-heróis que ganharam adaptação para o cinema – e também o com os diálogos mais engraçados.
O elenco não fica atrás: Tommy Lee Jones, Stanley Tucci (que surpreendentemente não faz papel de gay), a novata Hayley Atwell (de “A Duquesa”) e uma participação final de Samuel L. Jackson – já chamando para “Os Vingadores”, que no ano que vem vai reunir no mesmo filme alguns heróis da Marvel, como Homem de Ferro, Thor e Hulk.

Anúncios

1 Comentário »

  1. Esse super herói só consegue voar alto quando aumentam o teto da dívida.

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/08/07 @ 18:21


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: