O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/07/28

QUE DIA FELIZ

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:11

Nesta semana o McDonald’s anunciou que fará ajustes em sua refeição mais popular: o McLanche Feliz.
A porção de batatas-fritas será diminuída em mais da metade. Nos Estados Unidos, essa parte será substituída por fatias de maçãs, enquanto no Brasil e em outros países da América Latina será trocada por frutas da estação.
Nos Estados Unidos, o McDonald’s já oferece os pedaços de maçã, mas com calda de caramelo. Com a mudança, a porção terá menos açúcar e não será acompanhada de calda. A opção de trocar as batatas por cenouras baby será mantida.
Mas essa está longe de ser a primeira ou segunda mudança na refeição infantil. Em seus 30 anos de vida ela já sofreu diversas alterações e foi alvo de inúmeras polêmicas, como mostra uma linha do tempo do McLanche Feliz publicada pela revista “The Week”. Confiram:

1979
O McDonald’s lança a primeira versão do lanche, cuja embalagem era uma carrocinha de circo. A escolha era entre hambúrger e cheeseburger, além das batatas-fritas, cookies e o refrigerante. O chamariz eram as váras opções de brinquedo: um stêncil “McDoodler”, uma “McWrist” carteira, um bracelete, um cadeado, um pirocóptero ou uma borracha “McDonaldland”. De acordo com a ABC News, o primeiro McLanche Feliz continha 600 calorias

1979
No mesmo ano é lançado o primeiro lanche temático: o “Star Trek Meal”

1983
O “Chicken McNuggets” surge como uma alternativa ao hambúrguer

1987
É introduzido o primeiro “Disney Happy Meal”, que ajuda a atrair as crianças com personagens como Mickey Mouse, Cinderela, Simba e Nemo

Abril de 1997
A rede começa a oferecer como opção de brinquedo os “Teenie Beanie Babies”, pequenos bichinhos com enchimento. Segundo a ABC News, mais de 100 milhões de “Teenie Beanie Babies” foram vendidos

Setembro de 2002
Os pais de duas adolescentes processam o McDonald’s sob a alegação de que a rede servia sanduíches pouco saudáveis e que eram prejudiciais à saude. O advogado disse que a lanchonete seduzia as crianças com seus playgrounds e seus “desejáveis” brinquedos do McLanche Feliz

Setembro de 2003
Sob a consultoria de Bob Greene, o “guru fitness” de Oprah Winfrey, o McDonald’s passa a testar uma versão adulta e saudável para o McLanche Feliz. O lanche “Go Active” substituía o hambúrguer e o brinquedo por salada e trazia uma apostila de exercícios e um podômetro (aparelho que conta passos). O que a reportagem da “The Week” não conta é se isso deu certo

Junho de 2004
O McDonald’s introduz escolhas mais saudáveis no McLanche Feliz, como leite desnatado, suco de maçã (em vez de refrigerante) e pedaços de maçã com calda de caramelo de baixa caloria. A refeição passa a conter 375 calorias

2006
Nas propagandas do McLanche Feliz, a rede passa a usar fotos de “Chicken McNuggets” e fatias de maçã

Maio de 2007
Personagens do filme “Shrek Terceiro” são usados para promover versões mais saudáveis de McLanche Feliz. Além disso, o “pançudo” Shrek incentiva atividades físicas por meio de joguinhos online no site do McDonald’s

Dezembro de 2007
É lançada uma promoção polêmica: estudantes que tivessem boas notas teriam impressos no boletim cupons para serem trocados por um McLanche Feliz. A “The Week” não diz o desfecho da história

Agosto de 2008
Apesar de o McDonald’s anunciar que a versão light do McLanche Feliz continha apenas 375 calorias, um estudo revelou que 93% dos lanches comercializados excediam o limite recomendado de 430 calorias para uma refeição infantil

Outubro de 2010
Como parte do “Projeto McLanche Feliz”, uma artista de Manhattan deixa um lanche fora da geladeira para observar quanto tempo ele sobrevive. Seis meses depois ele permanence com carinha de novo

Novembro de 2010
Um comitê de São Francisco ameaça banir o McLanche Feliz da cidade se não fossem seguidas algumas rígidas orientações, como: todo lanche servido com brinquedo deveria vir com frutas e vegetais. Além disso, a refeição deveria conter menos de 600 calorias

Dezembro de 2010
Uma mãe da Califórnia e o “Centro da Ciência Para Interesse Público” processam o McDonald’s para convencê-lo a parar de oferecer brinquedos nas refeições.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Em termos de saúde eu vejo isso como aquelas antigas propagandas de cigarros: menos alcatrão e menos nicotina… rsrs
    Abraços. paz e bem.

    Comentário por josé cláudio - Cacá — 2011/07/28 @ 17:05

  2. Trocar batatas por cenouras baby? Só vão aderir aquelas crianças que topam trocar o vídeo game por brinquedos educativos… :-)

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/07/29 @ 00:48

  3. Penso o seguinte:
    Vai ao McDonald’s quem quer. E ainda tem a opção de lanches mais saudavéis. (nem tanto, mas é opção)
    Os brinquedos podem ser comprados separadamente, coisa que outras redes, não tem.
    Não defendo a rede, mas poxa, você não é obrigado a entrar em uma loja e comer desesperadamente. Para as crianças, que o que conta é o brinquedo vá (até sem ela) compre o brinquedo e saia para uma refeição mais saudavél (os que gostam e vivem a falar mal do MC).

    E se os pais acham os lanches ruins, digam aos filhos “Nada de mc lanche hoje”. Eu mesma já ouvi muito isso, e várias vezes, ganhava somente o brinquedo.

    Comentário por Mah — 2011/08/01 @ 11:12


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: