O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/07/10

OU SEU DINHEIRO DE VOLTA

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:22

Oferta do Dia no Wal-Mart: alguma coisa estranha.
Este é o título de um artigo curioso do “The Wall Street Journal”.
“Em algum lugar, algo estranho está prestes a acontecer num Wal-Mart nesta semana. E na próxima. E na próxima. Talvez um homem fantasiado como uma vaca – e andando como tal – vá roubar 26 galões de leite numa das unidades e entregá-los num estilo Robin Hood aos seus fregueses no estacionamento, como supostamente aconteceu em abril em Stafford”, diz o artigo.
Além deste, o jornal cita uma série de outros acontecimentos surreais que tiveram como palco o Wal-Mart.
Um rapper chamado Mr. Ghetto, por exemplo, já filmou um clipe não-autorizado nos corredores do supermercado. Enquanto alguns clientes faziam suas compras, mulheres – selecionadas lá mesmo – “mexiam seus quadris de um jeito que eles normalmente não se mexem”. O fato ocorreu em maio, em Nova Orleans, e o vídeo foi visto mais de 3 milhões de vezes no Youtube.
O rapper se defende dizendo que as mesmas mulheres que estariam num clube podem estar num Wal-Mart. “Só que no Wal-Mart você não precisa gastar 20 dólares num drinque para conversar com elas”.
Em março, um homem em Maryland chegou à enfermaria da loja com um assento de privada preso ao traseiro depois de servir de alvo para engraçadinhos que passaram cola nas privadas.
Dois anos atrás, em Falmouth, Massachussetts, um cliente ajudou a solucionar um “mistério dental” após encontrar dez dentes humanos dentro de uma carteira que estava à venda e havia sido importada da Ásia.
Casos cujos personagens são animais também são comuns. O mais famoso deles envolveu um roedor e ganhou até nome: “Norman, o Ratão D’Água”, que entrou num Wal-Mart em Abbeville, em 2008. Uma mulher se assustou tanto que, ao sair correndo com seu carrinho, caiu e quebrou dois ossos.
Segundo o “The Wall Street Journal”, não há nenhuma razão aparente para acreditar que esses eventos acontecem mais no Wal-Mart do que em outro varejista. A rede conta com 3.750 lojas visitadas 140 milhões de vezes por semana. “É, de fato, a praça central em muitos vilarejos do país, o que deixa os relações-públicas da empresa bastante ocupados. O Wal-Mart se tornou um microcosmo da sociedade americana, então não é incomum presenciar coisas que aconteceriam em qualquer cidade do país”, diz David Tovar, porta-voz da empresa.
Aspectos quase inimagináveis dessa sociedade americana acontecem dentro das lojas – de partos e casamentos a mortes. A ex-governadora do Alasca, Sarah Palin, uma vez oficializou um casamento num Wal-Mart em sua cidade natal, Wasilla.

Leiam a matéria completa AQUI

Anúncios

3 Comentários »

  1. Se o Wal-Mart é o microcosmo da sociedade americana, acho que o comércio do Largo 13 de Maio (ou Saara e afins) pode ser considerado o equivalente brasileiro, não é mesmo?

    Comentário por Ricardo Rezende — 2011/07/10 @ 20:15

  2. A propaganda é alma do negócio – já dizia o sábio Joãozinho…
    Abç,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2011/07/11 @ 08:34

  3. Seu post me lembrou o site people of Wallmart. Sinceramente, acho mesmo que o Wallmart atrai gente estranha…
    ;-) Beijos.

    Comentário por Vaninha — 2011/07/12 @ 11:47


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: