O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/05/20

SE CORRER O BICHO PEGA

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:23

Num dia, o presidente do FMI. No outro, Arnold Schwarzenegger.
E de pensar que esses são só os famosos – há muitos mais bolinadores à solta. Afinal, se há assédio sexual em Nova York e na Califórnia, o que dizer do sertão de Quixeramobim?
O comportamento de Schwarzenegger não chega a surpreender. É como se o mundo e a mulher dele já soubessem de tudo – aqueles músculos deviam servir para alguma coisa.
Já no caso de Strauss-Kahn, a seriedade – de sua figura e do cargo – é incompatível com a atitude desesperada que demonstrou. Mas só o mico de sair algemado de um avião diante das câmeras de TV e arruinar a carreira política vale mais do que dez prisões.
José Simão definiu muito bem os episódios: “Que coisa mais antiga ter caso com a empregada…”.
E, pelo jeito, não vai sair de moda nunca.
Uma reportagem interessante do “The New York Times” conta como o FMI está agindo depois do escândalo e revela que não é a primeira vez que Dominique Strauss-Kahn joga seu “charme” para uma funcionária.
Além de relatar uma série de casos de mulheres que foram assediadas por seus patrões, a matéria coloca ainda mais lenha na fogueira ao citar que o possível sucessor de Strauss-Kahn – Kemal Dervis – também teve um caso com uma subordinada enquanto trabalhava no Banco Mundial anos atrás. Hoje a mulher é funcionária do FMI.
Segundo o jornal, entrevistas e documentos mostram que o FMI é praticamente um mundo paralelo quando o assunto é sexo. As leis americanas não se aplicam lá dentro – eles têm as suas próprias.
Uma estranha regra – que alguns especialistas e ex-funcionários classificam como encorajadora – diz: “Relações íntimas entre supervisores e subordinadas não constituem assédio”.
“É uma coisa meio ‘Piratas do Caribe’; as regras são mais como uma diretriz”, explica Carmen M. Reinhart, economista que trabalhou no FMI entre 2001 e 2003.
Virginia R. Canter, que entrou no FMI no ano passado com a missão de investigar reclamações de assédio, conta que recentemente a instituição tomou uma série de medidas para proteger as funcionárias. Um novo código de conduta adotado a partir de 6 de maio especifica que contatos íntimos com subordinadas “possivelmente resultam em conflitos e devem ser revelados à autoridade apropriada”.  
“É o reconhecimento de que algumas vezes os relacionamentos surgem no ambiente de trabalho. Mas isso não quer dizer que não somos sensíveis ao tema e que investigaremos quaisquer evidências de assédio”, diz Virginia.
Criado em 1945, o FMI tem 2.400 empregados e recentemente diversificou e contratou algumas mulheres. Mesmo assim, de cada 30 executivos-sênior, apenas seis são do sexo feminino. Apenas 21,5% dos gerentes são mulheres.
A nova política de relacionamento é uma resposta não apenas ao escândalo envolvendo Strauss-Kahn nesta semana, mas a um episódio que ocorreu em 2008 envolvendo uma economista húngara – Piroska M. Nagy – e o tarado em questão.
Na época, uma investigação independente concluiu que não houve assédio. Strauss-Kahn se desculpou publicamente e muitas funcionárias do FMI ficaram consternadas com o desfecho do caso.
“Como devemos nos comportar na sala do sr. Strauss-Kahn? Vamos nos sentar e pensar: ‘Será que ele está me avaliando como um potencial objeto sexual?’”.
Strauss-Kahn já saiu de trás das grades. Mas já pensaram se todos os bolinadores fossem descobertos? Ia faltar prisão.

Leiam a matéria completa AQUI

Anúncios

3 Comentários »

  1. O que dizer? O tarado em questão investiu na Piroska húngara…

    Comentário por Renato — 2011/05/20 @ 10:34

  2. Olha aí a piada pronta…

    Comentário por trezende — 2011/05/20 @ 10:37

  3. O taradão jogou o charme para cima da Piroska??? Hummmmm, sei não!!!!

    Comentário por Angela — 2011/05/20 @ 15:55


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: