O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/05/18

ADMITE-SE CASEIRO

Filed under: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 10:21

No email de esclarecimentos que enviou à imprensa depois da matéria publicada pela “Folha de S. Paulo” sobre seu fantástico patrimônio, Palocci fez uma opção arriscada. Ao tratar o assunto com a máxima naturalidade corre o risco de, em vez de enterrar o assunto, fazer com que ele vire tema de indignação nacional – pena não sermos chegados a um panelaço como os hermanos.
Segundo Palocci, o enriquecimento de profissionais que já passaram pelo Ministério da Fazenda, pelo BNDES ou pelo Banco Central é algo corriqueiro, resultado apenas de prestígio. Declarou que mais da metade de seus colegas deputados também são “sócios de estabelecimentos comercial, industrial, de prestação de serviços ou de atividade rural” e que a passagem por órgãos do governo “proporciona uma experiência única que dá enorme valor a estes profissionais no mercado”.
Normal, normalíssimo. Haja prestígio para comprar um apartamento de quase R$ 7 milhões e um escritório de mais de R$ 800 mil.
Pelo menos Palocci não apelou para o argumento clássico de que seus milhões vieram das várias palestras que costuma ministrar. Provavelmente palestras intituladas “Como multiplicar seu patrimônio por 20 em quatro anos”.
Com a mesma naturalidade que empurrou os colegas para a berlinda, informou que está em dia com a Receita – mas nada de revelar para quais empresas teria prestado consultoria. Afinal, ele lá é homem de quebrar a “confidencialidade contratual”?
Como é de praxe em escândalos do tipo, é simples descobrir quem foram (ou são) esses clientes. Se realmente Palocci prestou contas à Receita, basta colocar o Leão para rugir.
O ministro declarou ainda na nota que não reside no imóvel citado na matéria. Disso a gente sabe. Depois que saiu dos noticiários, a mansão de Ribeirão deve ter ficado vazia.
Essa mansão tem história. O velho caseiro Francenildo já dizia que o “chefe” (como Palocci era tratado pelos seus colegas na época do escândalo do Mensalão) chegava dirigindo seu Peugeot prata e usava a casa para dividir o dinheiro que chegava numa mala.
Pelo visto, a partilha comandada por Palocci acontecia como nos desenhos animados: “Um pra você, dois pra mim”.
O caso da República de Ribeirão não deu em nada. Quebraram o sigilo bancário do caseiro e ponto final.
Talvez seja a hora de pensar em quebrar o sigilo de mais alguém… Ou de arranjar outro caseiro.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Político é a coisa mais nojenta que existe sobre a face da Terra. Esse Palocci foi afastado no governo do molusco e voltou agora, como se nada tivesse acontecido, no governo da PresidentA. Assim como ele, voltou o Renan e outros. O povo brasileiro é frouxo. Se tiver samba, cerveja e futebol está bom. Aceita tudo. E tem memória curta. E não sabe votar, como já dizia Pelé (de quem não gosto). Teria que haver uma revolta popular, aqui no Brasi, e colocar essa raça toda para correr daqui. Nesse país tudo acaba em pizza…

    Comentário por Angela — 2011/05/18 @ 11:11

  2. É mais fácil sumir com Francenildo do que desenterrar assuntos relativos ao aumento de patrimônio do deputado.

    Comentário por Juventino — 2011/05/18 @ 18:20

  3. Quando a gente pensa que ja viu de tudo nessa area, chega mais novidades…

    Comentário por picida ribeiro — 2011/05/23 @ 15:31


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: