O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/05/11

NO DOS OUTROS É REFRESCO

Arquivado em: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 09:19

Uma estranha cerimônia aconteceu neste sábado na cidade de Marikina, leste de Manila, capital das Filipinas. Foi a “Festa da Circuncisão”, como a imprensa local se referiu ao evento.
Nas Filipinas, a circuncisão é um rito de passagem que a maioria dos meninos tem de enfrentar na pré-adolescência. Tradicionalmente, o procedimento é marcado para o período das férias de verão, que vai de março a maio.
Apesar de os oficiais de saúde alardearem que o objetivo era promover a circuncisão segura – uma intervenção dessas no hospital custa cerca de R$ 75 – a ideia por trás do evento era um pouco menos altruísta: entrar para o “Guinness Book” como a maior circuncisão coletiva do mundo.
Segundo o jornal inglês “Daily Mail”, “enquanto alguns garotos choravam nos braços das mães e sufocavam os soluços com as camisetas, os médicos conduziam centenas de operações em mesas de cirurgia improvisadas no estádio de Marikina. Do lado de fora, milhares de garotos em fila aguardavam sua vez”.
Os oficiais de saúde acreditam ter reunido 1.500 meninos.
No entanto, o sofrimento coletivo da garotada não valeu de nada. O porta-voz do “Guinness Book” declarou ao “Daily Mail” que “nunca, sob nenhuma circunstância ou monitoramento, apoiaria ou reconheceria esse tipo de recorde”. Segundo ele, “procedimentos médicos devem ser realizados a pedido do médico e o bem-estar dos pacientes deve vir sempre em primeiro lugar”. De fato, como mostra a foto acima, não foi o caso.
Diante da preocupação do “Guinness” com a higiene e o bem-estar dos circuncisados, as autoridades filipinas ainda argumentaram que nas áreas rurais o procedimento é muito mais cruel: não é realizado por médicos, envolve facão e a não-aplicação de anestesia.
Vai ser mercenário assim em Manila…

Confiram outras fotos AQUI

O tema Rubric Blog no WordPress.com.