O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/04/30

FESTA NO CÉU

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:29

A maioria dos fumantes têm consciência de que seu vício é prejudicial à saúde e pretendem, um dia, largar o cigarro. Mas o plano é sempre adiado para a próxima segunda-feira ou a cada dia de estresse no trabalho. Afinal, o sonho de todo fumante é fumar em paz – idem para alcoólatras e usuários de drogas lícitas ou ilícitas.
Enquanto o cerco aos fumantes se fecha cada vez mais, o paraíso do bebuns já existe. Fisicamente. Chama-se “St. Anthony Residence”, localiza-se na cidade de St. Paul, e é uma das quatro “wet houses” do Estado do Minnesota. “Wet house”, ao pé da letra, quer dizer “casa molhada”.
O local é mantido pela prefeitura e por entidades católicas e abriga cerca de 60 hóspedes – cada um ao custo de 18 mil dólares por ano.
O objetivo na “St. Anthony Residence” não é tratar viciados, mas reduzir os riscos e as chateações à sociedade. Lá não há reuniões em grupo, programa dos 12 passos, conselheiros, “testemunhos” ou privações. Seus moradores não estão em busca da cura, não precisam de ajuda e principalmente não querem incomodar a família. Só querem “encharcar”.
Estudos realizados por instalações similares no Canadá mostraram que internações hospitalares ou detenções decorrentes da bebida reduziram-se à metade, assim como pouparam os dependentes das humilhações a que ficavam expostos nas ruas. Além disso, até os impostos pagos pela população diminuíram, já que a equipe de médicos e policiais pode se dedicar a outros problemas da comunidade.
“O cliente que se muda para cá está queimando seu último cartucho. Está num ponto da vida em que já se perdeu tantas vezes que não sabe mais o que quer”, explica à rede CBS Bill Hockenberger, o administrador do lugar.
Segundo Bill, seus hóspedes têm em comum o fato de serem alcoólatras crônicos, de já terem fracassado nas inúmeras tentativas de tratamento e de terem passado um bom tempo na rua. “O que eles precisam é de um lugar seguro e simples para ficar”.
Taí um tema polêmico. Seria uma boa ideia colocar em prática a expressão “beber até cair”?
Até porque apesar da notícia de que os impostos foram reduzidos quem continua pagando a conta é a sociedade. E pelo visto parece não ter se dado conta disso.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Sou síndica do condomínio em que moro e aqui temos um empregado “pudim de cachaça”. Já não aguento mais. Vou enviá-lo, por Sedex, para a Wet House E que ele fique por lá.
    P.S. Ele ainda tem acento???.

    Comentário por Angela — 2011/04/30 @ 16:17

  2. Uma pena ser tão distante…

    Comentário por Joubert — 2011/05/01 @ 10:40

  3. Fumante que se preza não larga o cigarro. Só a bituca. Já os amigos da marafa deixam de beber todos os dias – quando estão dormindo…
    Abç,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2011/05/01 @ 11:48


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: