O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/03/13

UM POUQUINHO DE BRASIL IÁ IÁ

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:53

2011 promete. Para nós, brasileiros, é o ano de começar a colocar a casa em ordem para receber as visitas. O tempo em que dizíamos que éramos pobres, porém limpinhos, passou. Já podemos proclamar que estamos “em desenvolvimento” e que principalmente somos muito legais.
Num ranking elaborado pelo site “CNN Asia” sobre “As nacionalidades mais legais do mundo” o Brasil ocupou o primeiro lugar. É certo que os demais concorrentes eram bem fraquinhos – como Botsuana e Nepal –, mas o troféu é nosso.
No início, o autor Barry Neild se pergunta: “É possível chamar uma nação inteira de legal? É razoável dizer que um país é mais legal do que o outro? Já que a maioria dos países tem sua própria cota de assassinos, tiranos e estrelas de reality shows, a resposta é sim”.
“O problema principal é que todo mundo acredita ser legal – com exceção dos canadenses, que são altamente autodepreciativos”, explica Barry. “Igualmente confuso é definir o que é legal. Os italianos são cool porque usam ternos de designers? Os russos estão passados porque vestem roupas esportivas e usam penteados fora de moda?”.
Portanto, o critério usado por ele foi avaliar uma lista de pessoas “in” de vários países. A tarefa não foi simples porque foram quase 250 candidatos.
Para cada uma das nações o autor elegeu o “ícone cool” e algo “nem tão legal” assim. Confiram:

12. Turcos
“Tendo em vista o fato de o país abarcar dois continentes, não é surpresa que eles tenham uma visão boa da vida com a mistura de diversas culturas, cozinhas e padrões”
Ícone cool: Mahir Cagri, uma das primeiras celebridades da Internet. É provável que tenha inspirado Borat
Nem tão legal: a paixão turca por bigodes

11. Belgas
“Ok, é um lugar pequeno, úmido, tem reputação de emburrado, é o paraíso para burocratas da União Européia e é cheio de criminosos do sexo. Mas uma nação que faz arte em forma de cerveja, chocolate e canto de pássaros (tentilhão) não pode ser tão ruim”
Ícone cool: Herman van Rompuy. O ex-Primeiro-Ministro da União Européia tem um fantástico talento para a poesia e utiliza o pseudônimo de “Haiku Herman”
Nem tão legal: “Não importa de que jeito você olhe. Ainda é um belga”

10. Nepaleses
“Assim como cafetões e jogadores, você nunca verá um nepalês com pressa”
Ícone cool: Tenzing Norgay. O alpinista foi o primeiro homem a chegar ao topo do Everest ao lado de Edmund Hillary, mas dormiu no ponto e deixou o amigo levar a fama
Nem tão legal: As severas leis do governo espantam vários viajantes

9. Chineses
“Não é uma escolha óbvia, mas com uma população de mais de um bilhão de habitantes, estatisticamente a China deve ter sua cota de gente legal. Além do mais, é prudente incluí-los em listas desse tipo porque senão os hackers darão um jeito”
Ícone cool: Brother Sharp, um sem-teto que virou celebridade fashion graças à maneira cool com que se veste
Nem tão legal: O conceito de privacidade ainda é desconhecido

8. Botsuana
“O ‘evasor fiscal’ Wesley Snipes e a sempre em férias Angelina Jolie são figurinhas fáceis na Namíbia, o que poderia dar a coroa cool ao local. Apesar de frio, o deserto de Kalahari nunca congela (…). Até os animais são relaxados em Botsuana, terra da maior população de elefantes da África que não ficam presos atrás de cercas como em outros países com safari”
Ícone cool: Mpule Kwelagobe, coroada Miss Universo em 1999
Nem tão legal: Um dos piores indices de infecção por HIV/AIDS no mundo

7. Japoneses
Eles entram na lista “por causa dos adolescentes com cabelo chocantes e caprichosamente embaraçados e por causa da manipulação de certos aspectos do consumismo moderno, da moda e da tecnologia. Eles ditam ao resto do mundo o que o mundo irá vestir”
Ícone cool: O ex-Primeiro-Ministro Junichiro Koizumi talvez seja o mais bonitão do mundo, mas ainda assim Yukio Hatoyama é a escolha de líder. “Esqueçam os adolescentes, esse homem sabe o que é estilo”
Nem tão legal: o legado japonês de conformidade da massa envelhecimento da população. O futuro é cinza

6. Espanhóis
“Milhares vão à Espanha para passar férias. Por que? Pelo sol, mar, areia, siestas e sangrias. A Espanha é cool, assim como os espanhóis, que nunca começam a festa antes de o mundo ir para a cama”
Ícone cool: Javier Bardem. “Antônio Banderas 2.0 com uma Penelope Cruz na mala”
Nem tão legal: “Nós ainda não nos esquecemos do time olímpico de basquete espanhol fazendo um ‘tributo’ racista ao chineses em 2008”

5. Americanos
“O quê? Americanos? Fazem guerra, poluem o planeta, são consumistas e compradores de armas? Claro que não estou sugerindo que o povo que votou em George W. Bush seja legal. Mas goste-se ou não deles, temos de incluí-los. A evidência é a abundância. Onde estaríamos hoje se não fosse o rock and roll, os filmes clássicos de Hollywood, os romances, os rabos de tubarão, o jeans, o jazz, o hip hop, ‘Os Sopranos’ e o surfe?”
Ícone cool: Johnny Depp. Ele é tão cool que deixou o país, foi para a Europa morar com uma modelo francesa e tentou se tornar Keith Richards.
Nem tão legal: As inúmeras invasões militares, o consumismo excessivo e os gordinhos do Walmart

4. Mongóis
“Junto com o ar de mistério, eles personificam a liberdade e a vida nômade. Lá tudo é feito com pele – botas, casacos, chapéus e cuecas –, o que adiciona um esplendor à sua história mística. E quem mais tem águias como animais de estimação?”
Ícone cool: A atriz Khulan Chuluun que interpretou a mulher de Ghengis Khan no filme “Mongol”
Nem tão legal: laticínios à base de búfalo em todas as refeições

3. Jamaicanos
“Há mais para eles do que o reggae, como a religião Rastafári, o sotaque e o estilo de cabelo mais característico e reconhecível em todo o mundo. Dica para os mochileiros: os dreadlocks só ficam bem nos jamaicanos”
Ícone cool: Jimmy Cliff. O cantor de “Harder They Come” continua em forma aos 62
Nem tão legal: Altos índices de assassinato e homofobia generalizada

2. Cingapureanos
“Com uma população absurdamente ligada em computador, Cingapura é o centro dos nerds, que podem proclamar-se os avatares do mundo cool. Eles provavelmente estão tuitando sobre isso agora”
Ícone cool: Lim Ding Wen. Essa criança-prodígio pode programar computadores em seis línguas com apenas 9 anos de idade. Futuro promissor
Nem tão legal: Com a maioria da população na frente do computador, o governo está encorajando o povo a fazer sexo

1. Brasileiros
“Sem eles não teríamos samba; o Carnaval do Rio; a beleza do futebol de Pelé e Ronaldo; os minúsculos biquínis e corpos bronzeados na praia de Copacabana ou certos procedimentos com cera que captam nossa atenção. A menos que eles usem seu lado sexy ou a reputação de festeiros como desculpa para exterminarem golfinhos ou invadirem a Polônia, temos de escolher os brasileiros como as pessoas mais ‘cool’ do planeta”
Ícone cool: Seu Jorge. Nascido em favela, esse intérprete expressivo pode fazê-lo pensar que Ziggy Stardust era do Brasil, e não do espaço
Nem tão legal: “Mmmmm, a carne brasileira e o coco. Tão deliciosos, mas destroem tanta floresta que deixam um gostinho amargo”

A foto que ilustra a matéria mostra uma multidão verde-e-amarela na praia que parece assistir a uma partida da Seleção Brasileira de futebol. A legenda: “Celebrar o primeiro lugar na praia de Copacabana é muito mais legal do que ler esse artigo”.

Leiam a matéria completa AQUI

Anúncios

1 Comentário »

  1. Acho que Ray Charles elaborou as nacionalidades mais legais.

    Comentário por Juventino — 2011/03/13 @ 18:50


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: