O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/03/02

CAMINHO SUAVE

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 08:45

Falar em público não é uma situação agradável para a maioria das pessoas – mesmo que não sejam gagas. As mãos ficam suadas, a voz trêmula e a vontade de enterrar a cabeça é grande.
Agora imaginem o drama de uma criança que começa a ler. Além do nervosismo, tem de enfrentar a crueldade dos coleguinhas, que não deixarão passar batido uma gaguejada, um “l” no lugar do “r” ou outro erro de pronúncia.
Pensando nisso, a organização americana “Educação para Leitura Assistida com Cães” teve uma ideia genial: a criança lê uma história para um cão treinado para a função.
Segundo os educadores, as possibilidades são infinitas, já que elas se sentem menos constrangidas com os bichos do que se colocadas diante de uma sala de aula.
Antes da sessão, cada petiz passa cerca de meia hora se acostumando ao cachorro. Depois do reconhecimento, as crianças se sentam sobre grandes travesseiros e os cães permanecem ao lado, mantendo alguma conexão com a criança.
Além do papel de ouvinte, o cão ajuda os pequenos a virarem as páginas com as patas ou com o nariz e sempre ganha um agradinho. Após a leitura há um tempo dedicado a brincadeiras entre o leitor e o “auvinte”.
O treinador acompanha todas as sessões e também pode auxiliar a criança na questão da pronúncia e compreensão do texto dizendo algo como: “O Rover nunca ouviu essa palavra antes. Jimmy, você pode explicar pra ele o que significa?”.
Os resultados são impressionantes porque as crianças melhoram seu rendimento escolar, esquecem-se de que achavam a leitura difícil e na outra semana voltam com entusiasmo, estabelecendo diálogos com os cães: “Oh, Olivia, tenho uma história pra te contar hoje que você vai amar”.
O programa começou na principal biblioteca de Salt Lake City com o nome de “Tardes com os Cães”. As crianças que compareceram em três dos quatro encontros puderam escolher um livro novo de presente que foi “pawtograhed” (“pautografado”) pelo cão-ouvinte favorito.
A organização existe há 12 anos e hoje conta com cães registrados nos Estados Unidos e no Canadá.
Cães de todas as raças e tamanhos podem participar – de pequenos terriers a grandes mastins – basta ter bom temperamento. Além de cães, o programa conta com coelhos, porquinhos-da-índia e recentemente ganhou um novo voluntário: um papagaio africano.
O problema do “loro” é ele querer falar mais do que a criança.

Visitem o site AQUI

Anúncios

1 Comentário »

  1. Muito interessante o projeto pois relaciona o animal, que toda criança gosta, mas às vezes não tem, com o estudo. Muitos alunos devem ir para a escola mais satisfeitos com a perspectiva de ver os animais e interagir com eles. Vou copiar esse post para minha filha.

    Comentário por Angela — 2011/03/02 @ 09:09


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: