O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/02/23

A FOME E A VONTADE DE COMER

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 09:08

Com a chegada de mais um Carnaval voltamos a observar um desfile de corpos estranhos.
O “mérito” geralmente é atribuído à dieta à base de batata e clara de ovo, mas a verdade é que a mulherada tem perdido a mão nos anabolizantes.
Algumas delas estão com uma aparência que lembra muito uma perereca – coxas, panturilhas e braços malhados. Sem falar na voz de cigarra. Um horror.
Enquanto elas tentam ficar com a forma de insetos, nos Estados Unidos há quem queira apenas saboreá-los. A antropóloga Daniella Martin está nesta cruzada – ela defende o consumo de insetos como alternativa à carne.
Em seu site, “Girl Meets Bug” (“Garota Encontra Inseto”, literalmente), ela relaciona dez motivos para darmos uma chance aos insetos. Dentre os principais, o fato de serem altamente nutritivos (têm muito mais proteína do que a carne de vaca), baratos, limpos, fáceis de serem preparados e alguns deliciosos – ela diz que certas larvas têm gostinho de bacon.
O jeito mais fácil e gostoso de começar a consumi-los é prová-los vivos, logo que chegam dos criadouros.
Dados das Nações Unidas dão conta de que mil espécies são comestíveis e que mais de 80% da população mundial consome algum tipo de inseto.
No site Daniella prepara pratos e dá dicas de consumo. Segundo ela, o preconceito e a repulsa são normais, mas em suas demonstrações culinárias cerca de 75% das pessoas acabam experimentando.
O interesse da antropóloga pelo assunto começou há dez anos, quando foi estudar em Yucatan, México. Enquanto conduzia pesquisas antropológicas e tomava contato com a cultura tradicional dos maias ela aprendeu que eles costumavam complementar a alimentação com insetos por causa da escassez de comida.
“Um dia estava em Oaxaca e de brincadeira comprei um pacotinho de ‘chapulines’ (espécie de gafanhoto temperado com limão e pimenta)”, conta Daniella ao site Aol News. “Mas eles têm um péssimo relações públicas – precisam de uma reformulação de marca”.
Hoje já experimentou baratas, gafanhotos, grilos, minhocas, cigarras, escorpiões, lagartas, caracois, formigas, cupins e larvas de diversos bichos.
Daniela é tão sonhadora quanto uma miss: pretende ajudar a disseminar o interesse e a aceitação das pessoas em relação ao consumo de insetos, reduzir o uso de pesticidas utilizados na agricultura e até resolver o problema da fome mundial.
Se as rainhas de bateria soubessem do valor nutricional de um escorpião ou de uma larva poderiam virar pererecas muito mais rapidamente.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Se a humanidade depender de mim para acabar com pragas de insetos, pode desistir. Não como uma barata nem que me paguem! Barata fede!! Aliás, não como nenhum desses bichinhos nutritivos que vc citou. Pode ser, que se a comida acabar, e, eu depender de comer insetos para sobreviver, coma. Nunca se sabe o dia de amanhã. Mas comer barata de graça??? Nem morta, santa!

    Comentário por Angela — 2011/02/23 @ 10:54

  2. Acho que eu não comeria isso nem que estivesse num deserto sem comida.
    Nem mesmo pro meu cachorrinho eu ofereceria esta proteina
    Não que desacredito nessa grande poder nutritivo que eles tem .
    Ainda não esta faltando comida natural e animal na minha mesa.
    Nao posso nem ver uma barata em minha frente , sinto nausea.

    Comentário por Mellita — 2011/02/23 @ 14:11

  3. É muita hipocrisia falar em acabar com a fome mundial usando inseto como alimento. O problema da fome mundial não é falta de comida, é falta de interesse político e econômico. Agora querem que voltemos a hábitos primitivos e até certo ponto repulsivos em nome da Fome Mundial. As pessoas precisam estar atentas para esse tipo de coisa e se manter afastada dessas iniciativas doentias. Comer insetos em várias culturas veio da necessidade de se alimentar em tempos difíceis como guerras e desastres naturais.
    Quem quiser ler mais sobre isso basta acessar esse artigo: http://bit.ly/eDmLDq

    Comentário por Adrylan Viana — 2011/02/24 @ 10:25


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: