O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/02/09

PROCURANDO BEM

Filed under: Cri-crítica — trezende @ 09:48

O que têm em comum um boxeador e uma bailarina? À primeira vista, nada. Mas procurando bem, no mínimo unhas e dedos dos pés ou das mãos completamente destruídos.
Em “Cisne Negro” o diretor Darren Aronofsky – o mesmo de “O Lutador” – sobe novamente ao ringue com a missão de passar da luva de boxe à sapatilha.
A guinada é bem-sucedida, já que está diante de mundos aparentemente opostos, mas que no fundo são unidos por desafios muito parecidos, como disciplina, dedicação, treino e, sobretudo, pressão.
Mas o sucesso alcançado por Aronofsky em “Cisne Negro” não se reduz à semelhança dos dramas de seus atores. Como nos melhores momentos de embate em “O Lutador”, a tensão é mantida até o final.
“Cisne Negro” não tem nada da esperança de “Billy Elliot” ou da alegria de “Flashdance”. É sim um suspense dramático inspirado em “O Lago dos Cisnes”.
A história da garota condenada a ser um cisne para o resto da vida e que precisa encontrar o príncipe encantado para ser mulher novamente sofre diversas alterações e vem carregada de sofrimento e realismo fantástico.
A Odette de Tchaikovsky vira Nina, uma bailarina criada para a perfeição. A vida sonhada por sua mãe – ela também uma ex-bailarina – pode ser descrita com a ajuda de “Ciranda da Bailarina”, de Chico Buarque. Todo mundo tem piolho, pereba ou marca de vacina. Só Nina não pode ter.
A superproteção a que é submetida só causa estragos, a ponto de Nina transformar sua progenitora em “sparring”.
“Cisne Negro” foi indicado a cinco Oscar – incluindo o de melhor filme, diretor e atriz, para Natalie Portman.
Natalie está com um preparo físico invejável. Apesar de ter estudado balé dos 4 aos 13 anos de idade, a atriz se aprontou para o papel durante um ano com treinos de dança, musculação e natação. O resultado, uma interpretação convincente e dez quilos a menos na balança.
O filme tem ainda no elenco Vincent Cassel e Winona Ryder fazendo uma ponta como bailarina aposentada.
Confiram.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Estou louca para conferir, Tati. As críticas têm sido tão antagônicas…

    Beijocas!

    Comentário por Selma Barcellos — 2011/02/09 @ 19:09

  2. Como diz nossa amiga Selma, a conferir. Adoro qdo a crítica se contradiz ou simplesmente se enrola pra falar de um filme. Só pode ser bom!
    Bjão,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2011/02/09 @ 21:01


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: