O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/12/07

MENINAS SUPERPODEROSAS

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 08:36

O poder feminino está matando o romance?
Não é só você, amiga encalhada, que se faz essa pergunta. É com essa questão que se inicia um artigo do “The New York Times”.
Segundo o texto, existe um número crescente de mulheres bem-sucedidas na faixa dos 30 anos com dificuldades para encontrar um parceiro – o que já está imortalizado em séries como “Sex and The City” e nos filmes de Bridget Jones.
Por outro lado, há também um pequeno grupo – porém em ascensão – com salário maior do que o marido que está distorcendo o comportamento em nome da manutenção da aparência tradicional intacta.
Apesar de mais e mais mulheres igualarem ou ultrapassarem os homens tanto na formação educacional quanto no mercado de trabalho, algumas ainda creem que certos papéis pertencem a eles – o que gera profundas consequências na dinâmica da relação.
O artigo cita vários exemplos, como o de Anne-Laure Kiechel , uma investidora financeira de Paris que ganha cinco vezes mais do que o namorado – um consultor de telecomunicações.
É ela quem paga todas as despesas “invisíveis”, como as férias do casal, mas em público ele insiste em exibir seu cartão de crédito para, nas palavras dele, não ficar parecendo um gigolô.
“Acho engraçado, mas se isso o deixa satisfeito, tudo bem”, diz Anne-Laure.
Timothy Eustis – que era professor em Nova York – hoje é um dono-de-casa orgulhoso e, ocasionalmente, consultor de vinhos. Ele se mudou com a esposa, Sarah, para a França após ela ser convidada para assumir um cargo melhor.
O fato de ela ganhar mais não o incomoda, mas eles fazem questão de manter certas tradições em nome do clima de romance. “Sempre abro a porta, dirijo o carro, e quando é para pagar alguma conta sou eu quem pago”, explica Timothy.
“É impressionante como mesmo homens liberais acabam tendo dificuldades sexuais e emocionais quando se relacionam com mulheres bem-sucedidas. O ego deles é muito mais frágil do que o delas, que funciona de modo mais regular e desenvolve senso de humor”, diz Sasha Havlicek, consultora-chefe de um instituto de pesquisas em Londres.
Sites de namoro sugerem que mulheres com formação acadêmica melhor têm mais problemas para encontrar um par do que as que trabalham em postos tradicionalmente femininos. “As que têm profissões ligadas ao bem-estar e ao social se dão melhor. Homens não querem mulheres de sucesso, querem ser admirados”, define Gesine Haag, que já teve um site de encontros na Alemanha.
O psicanalista Bernard Prieur disse à edição de novembro da revista “Marie-Claire” que homens que ganham menos do que suas esposas se sentem socialmente e pessoalmente vulneráveis. “Socialmente, eles vão contra milênios de crenças e estereótipos de que eles têm de ser o ganha-pão. Além disso, o sucesso da parceira traz a sensação de fracasso pessoal”.
Quem poderia imaginar que aquela inocente guerrinha de chá entre Cumbuca e Bimbo iria terminar nisso?
Quem mudou? Os homens, que perceberam que levar uma vidinha mansa pode ser melhor e menos estressante? Ou as mulheres, que discordam do Vaticano, que diz que máquina de lavar foi muito mais importante para a liberação feminina no século 20 do que a pílula anticoncepcional ou o acesso ao mercado de trabalho?
Voto na segunda opção.
Dessa discussão, ficam duas perguntas: será que um dia nos arrependeremos de termos queimado o sutiã? Ou o próximo passo é tocarmos fogo na calcinha?

Leiam a matéria completa AQUI

Anúncios

6 Comentários »

  1. Esta revolução vai continuar gerando muita polemica e com certeza cada vez mais afastando as mulheres bem sucedidas dos seus principes encantados se é que estão procurando.Outro fator é que mulheres bem sucedidas escolhem seus parceiros tambem pelo sucesso deles.
    A proposito, eu não tenho nenhum preconceito!
    Beijos

    Comentário por Milve — 2010/12/07 @ 09:24

  2. Tenho uma amiga proxima que escondia do marido o real valor seu salario para não magoa-lo.
    Ela ganhava tres vezes mais que ele.
    Ele ficava irritado!
    Meu marido, qdo eu ganhava mais que ele ficava orgulhoso e feliz rsrs!

    Comentário por picida ribeiro — 2010/12/07 @ 10:58

  3. Não tenho nada contra. Acho mais é que a mulher tem que crescer mais ainda. Afinal somos todos iguais. Porém, o machismo agora está falando mais alto e acredito que o próximo passo do sexo feminino é queimar a calcinha e passar usar cuecas. Nada demais.

    Comentário por Wilde Portella — 2010/12/07 @ 11:53

  4. Oi cheguei aqui, hoje, e adorei o Blog, comentei por tres motivos,
    os textos são bons demais e pela imagem de seu perfil vi que já tinha te lido
    em comentários de Blogs que eu gosto
    e o terceiro é como sigo este teu Blog?
    Abraço!

    Comentário por William Garibaldi — 2010/12/07 @ 16:34

  5. Há tempos que a mulher é bem sucedida, já tem seu consultório montado, apto. totalmente mobiliado, carro do ano, independência econômica. E vai pensar em romance sério ou dividir despesas na boate… Nem pensar, parabéns aquela que com suor e sacrifício conseguiu sua liberdade machista fora do fogão. Dou valor a quem estuda, se forma e trabalha.

    Comentário por Juventino — 2010/12/07 @ 21:18

  6. Tati, adorei sua crônica! Mas acho que todos esses problemas e outros existem porque o mundo ainda é machista. Tive todas as dificuldades em relacionamentos que você citou (era o exemplo vivo de todas as situações do seriado “Sex and the city”) e demorei bastante para me fixar em um relacionamento sério. Mas valeu a pena: meu marido é moderníssimo!!!

    Comentário por Vaninha — 2010/12/09 @ 09:05


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: