O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/12/01

EU S.A.

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:35

Narcisista: no Houaiss, é apenas quem tem “amor pela própria imagem”.
Para nós, um sujeito convencido que não chega a incomodar ou a ser levado a sério.
Mas para alguns psiquiatras trata-se de um distúrbio de personalidade que deveria ser tratado.
Segundo uma reportagem do “The New York Times”, os narcisistas estão se tornando uma espécie ameaçada. Menos porque correm risco de extinção e mais porque passarão a ser ignorados pelos psquiatras.
Na quinta edição do “Manual de Diagnóstico e Estatística das Desordens Mentais”, o narcisismo foi excluído da lista que o relaciona entre os dez transtornos de personalidade. Além dele, outras quatro saíram da relação, mas não foram citadas pela matéria.
Os médicos não ficaram muito contentes com a decisão. John Gunderson, psiquiatra da Universidade de Harvard, declarou que a comissão se mostrou “ignorante”: “Eles têm pouco apreço pelos danos que isso pode causar. O diagnóstico é importante em termos de organização e de planejamento do tratamento”.
O negócio é mais sério do que poderíamos imaginar e ultrapassa o estereótipo do fulano que se distrai com sua imagem refletida na água, no espelho ou onde quer que seja. O narcisista, na verdade, sofre de “Transtorno de personalidade narcisista”.
Para os médicos, é necessário observar três requisitos na identificação de um “Narcizo”. O principal é que se trata de um tipo especial de autoabsorção: um sentimento grandioso de autoestima, um sério erro de cálculo de suas habilidades e potenciais que muitas vezes vem acompanhado por fantasias de grandeza.
Há uma segunda característica: o narcisista é tão convencido que espera que os outros irão reconhecer suas qualidades superiores. Para ele (a maioria são homens) não é suficiente saber que é ótimo. Ele precisa de uma confirmação.
Por último, o narcisista se torna muito sensível quando é ignorado, mas muitas vezes não reconhece quando tem essa mesma atitude com os outros.
O narcisismo fazia parte da lista que inclui os seguintes transtornos: Esquizóide (que se isolam socialmente e são vistos como independentes emocionalmente); Esquizotípica (com as mesmas características do esquizóide, mas mais próximos à esquizofrenia); Paranóide (muito desconfiados); Antissocial; Histriônico (vaidosos e chamativos que exigem atenção excessiva); Borderline (inconstantes e que têm seus sintomas exacerbados quando se apaixonam); Dependente; Esquiva (tímidos que têm sentimento de inferioridade); e Obsessivo-Compulsiva (teimosos, inflexíveis e excessivamente organizados).
A causa exata dessas desordens é desconhecida, mas elas podem ser genéticas ou terem alguma relação com fatores ambientais.
A quantidade de malucos à solta suplanta nossa capacidade de julgamento visual. Sim, as aparências enganam.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Em termos de fatores ambientais, clima, topografia… planaltos têm a ver?

    Beijocas!

    Comentário por Selma Barcellos — 2010/12/01 @ 19:58

  2. Existem certos cuidados ao fazer referências à mitologia, não diferentemente cuidados são necessários ao abordar conceitos que empregados na psiquiatria.
    O narcisismo, termo que Freud empregou, não é o mesmo que narcisista.

    Comentário por Ronisson — 2010/12/02 @ 03:59

  3. Vem com essa que a maioria são homens…
    :-)
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2010/12/04 @ 12:33


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: