O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/10/29

A INQUISIÇÃO ESTÁ DE VOLTA

Filed under: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 08:47

O mundo está ficando mesmo muito chato. Até Monteiro Lobato virou alvo dos xiitas que andam por aí procurando pelo em ovo.
Segundo o Conselho Nacional de Educação, o livro “Caçadas de Pedrinho” não deve mais ser distribuído em escolas públicas porque é racista.
O preconceito estaria na abordagem da personagem Tia Nastácia e de animais como o urubu e o macaco.
O conselho justifica o pedido citando dois trechos da obra: “Tia Nastácia, esquecida dos seus numerosos reumatismos, trepou, que nem uma macaca de carvão…”; e “Não é à toa que os macacos se parecem tanto com os homens. Só dizem bobagens”.
Ora, o objetivo de indicar livros para crianças não é despertar o interesse pela leitura? Pois então continuaremos um país de analfabetos. Se os pequenos não terão mais contato nem com a escrita fácil e divertida de Monteiro Lobato, não precisamos do polvo Paul para nos dizer que devemos colocar as barbas de molho.
Mais preocupante ainda é pensar que o Conselho pretende implantar a decisão no ensino público. Justamente entre aqueles mais carentes de bens culturais e que se não for pela escola jamais saberão o formato de um livro.
Ainda resta uma esperança: para entrar em vigor, o parecer precisa ser aprovado pelo ministro da Educação, Fernando Haddad.
Onde estava o Conselho Nacional de Educação quando deixou passar o livro “Dez na Área, Um na Banheira e Ninguém no Gol” para estudantes da 3ª série?
No ano passado a polêmica foi grande. Após ser distribuído em todas as escolas públicas de São Paulo, descobriram que o livro – uma coletânea de quadrinhos sobre futebol –continha palavrões, referências diretas à sexualidade e ao tráfico de drogas.
Esse realmente merecia ser recolhido. Entre os diálogos, apareciam palavras como “chupa rola”, “cu”, “merda” e “puta”. Para uma criança de 8, 9 anos talvez não seja o vocabulário mais adequado.
Onde estava o Conselho Nacional de Educação? Lendo Monteiro Lobato? Provavelmente não.
Se continuar como está, em breve, clássicos universais também estarão com seus dias contados. “O Patinho Feio” estará proibido por incitar o bullying; “Pinóquio”, por insinuação à pedofilia e “Branca de Neve e os Sete Anões” por incentivo à poligamia.
Nem gibi as crianças poderão ler. Num futuro próximo, “Pelezinho” também será racista.

Anúncios

6 Comentários »

  1. Boa essa lista de clássicos que correm o risco de serem “reclassificados” pelo Conselho Nacional de Educação. Hahaha!
    Isso sem contar Chapeuzinho Vermelho, que tem forte conotação sexual: o Lobo Mau comeu a vovozinha e queria comer a Chapeuzinho também!

    Comentário por Ricardo Rezende — 2010/10/29 @ 11:17

  2. Ricardo, há que se preservar “Ali Babá e os 40 ladrões”. Biografia. Vida real.

    Onde estava o Conselho Nacional de Educação? Tentando completar a alfa com Tiririca. Nestes 8 anos não deu pra ler de carreirinha. Quem sabe nos próximos, pelo andar da carruagem?

    Beijocas nos meus Rezendes preferidos.

    Comentário por Selma Barcellos — 2010/10/29 @ 12:01

  3. Acho que, inclusive, quem vê a história de Monteiro Lobato de forma racista, deveria aproveitar e ENSINAR que pessoas não são macacos, embora ambos sejam vertebrados, mamíferos, primatas e tenham um ancestral comum… Mais uma vez, a discussão fica inútil e oportunidades de aprendizado são descartadas devido à visão limitada de alguns. Lamentável!

    Comentário por Vaninha — 2010/10/29 @ 12:08

  4. Xiii…
    Esqueceram de dizer que ele (M. LObato) insinua às crianças a cheirar pó de pirlimpimpim pra viajar por aí… Do jeito que vai, nem a Bíblia escapa!!! É a gente imitando os americanos, que não deixam ensinar a teoria de Darwin…
    Abçs, bom fds,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2010/10/29 @ 12:24

  5. Como diziam os franceses nos idos de 1968: “É proibido proibir”. A Censura está de volta, e pelo que leio os patrulheiros ideológicos também. Aqueles que chamavamos de esquerda etílica e festiva. Vai piorar no Governo da guerrilheira Dilma que adora botar o charuto do Fidel na boca.

    Comentário por Wilde Portella — 2010/10/29 @ 14:47

  6. Sou contra a proibição do livro, acho que os argumentos não são fortes o suficiente para tal. Mas lamento que o autor deste post -assim como os que o comentaram até então- seja tão inocente a ponto de sequer conseguir interpretar a intenção do CNE. O objetivo não é eliminar palavrões, nem decidir o que é adequado ou não para certa idade, isto é OUTRO assunto. O que se busca, sim, é eliminar a estereotipagem feita a qualquer raça, fazendo surgir o preconceito, a diferenciação entre os seres humanos (só pra deixar claro, não estou dizendo que o CNE está certo ou errado neste caso, mas sim explicando aos desavisados que esta é a intenção). Seria melhor ver gente dizendo se concorda ou não com a isso, e por quê. No entanto, o que se vê é um amontoado de críticos impacientes correndo pra atirar as pedras sem nem ao menos ler o que se propõe.

    Sou a favor da luta pelo fim do preconceito. Acho que já passou da hora de acabarmos com esse mito de que negro é inferior, de que negro é como macaco, negro é feio, cheira mal, etc. Apoio qualquer movimento que combata isso. Porém, acho que neste caso o CNE acabou exagerando um pouco.

    Comentário por GG — 2010/10/29 @ 17:24


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: