O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/10/07

A TROCA

Filed under: Cri-crítica — trezende @ 10:38

“Coincidências do Amor” é o típico exemplo de uma comédia romântica com um final absolutamente previsível que acaba tendo o seu valor.
A história é banal, bobinha mesmo, mas funciona. Em parte, graças à escolha do elenco, mas também porque as personagens têm características que são bem exploradas pelo roteiro.
A qualidade de fulano, o defeito de sicrano e a mania estranha de beltrano rendem, se não uma gargalhada, no mínimo um sorriso.
Estrelado por Jennifer Aniston, Jason Bateman, Jeff Goldblum (a eterna “Mosca”) e Juliette Lewis, “Coincidências do Amor” repete o mesmo mote de “Plano B”, com Jennifer Lopez: cansada de procurar o príncipe encantado, solteira no bico do corvo e no desespero para engravidar recorre à inseminação artificial.
Quem acompanha tudo de perto é Wally (Jason Bateman), o melhor amigo de Kassie (Jennifer Aniston), por quem ele é apaixonado há 13 anos.
Se em “Plano B” era o cão de estimação da protagonista quem nos divertia, neste o responsável por todos os “ah…” da plateia é o estreante Thomas Robinson – que na época das filmagens tinha apenas 6 anos.
Thomaz interpreta Sebastian, o filho de Kassie, um garoto que vive entediado, sofre “bullying” no colégio e que coleciona porta-retratos sem fotos.
Thomas é tão fofo que entra na categoria “vontade de apertar e morder”.
“Coincidências do Amor” é baseado em “The Baster”, uma história publicada em 1996 pela revista “The New Yorker” – “Baster” é uma seringa grande usada para temperar aves.
Numa das aparições para promover o filme, Jennifer Aniston disse que gostaria que o título original fosse mantido – nos Estados Unidos o filme recebeu o nome de “The Switch” (“A Troca”). Segundo ela, “mudou depois de 375 reuniões e ‘focus groups’”.
Jennifer ficaria uma fera se soubesse que no Brasil a escolha foi completamente aleatória e virou esse “Coincidências do Amor”.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Gosto dos filminhos agua com açucar da Jennifer Aniston, e adoro suas criticas

    Comentário por picida ribeiro — 2010/10/07 @ 11:02

  2. Falando em “final absolutamente previsível” a demissão da psicanalista Maria Rita Kehl pelo Jornal O Estado de São Paulo bem que mereceria um post…ou não !

    Comentário por Fernando — 2010/10/07 @ 16:43

  3. Passo. O cinema anda muito requentado ultimamente…
    Bjão,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2010/10/08 @ 21:18


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: