O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/09/28

O FATOR X

Arquivado em: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 09:34

 

Susan Boyle foi o maior motivo de orgulho para os ingleses no ano passado. A cantora – que se tornou célebre por sua participação no programa de calouros “Britain´s Got Talent” – viu sua vida mudar em questão de segundos graças ao preconceito.
A aparência que fugia aos padrões do showbizz foi vista pelos jurados e pelo público com uma ponta de sarcasmo. No entanto, bastou Susan abrir a boca e entoar seu “I Dreamed a Dream” para ser absolvida.
Talvez até inconscientemente para compensar tanta maldade, os britânicos saíram de casa ávidos em busca do CD de Susan. Seu disco de estreia atingiu o título de álbum mais vendido do ano em um único mês.
De acordo com o site da revista norte-americana “Billboard”, o segundo trabalho de Susan, “The Gift”, já bateu novo recorde histórico de pré-reservas no site da “Amazon”.
Refeitos do “efeito Susan”, os britânicos agora acompanham um novo reality show musical, o “The X Factor”. O programa é um dos de maior audiência nas noites de sábado – o último foi visto por quase 13 milhões de pessoas.
A polêmica da vez é o oposto de Susan: jovem, magra, descolada e bonitona, ela atende pelo nome de Chloe Mafia.
A questão é que Chloe – cujo nome verdadeiro é Chloe Heald – é uma prostituta de 19 anos que já foi presa 140 vezes e tem uma filha de 2 anos.
Simon Cowell – que foi jurado no “Britain´s Got Talent” e também está no “The X Factor” – diz que eles não proíbem ninguém de participar. “Se uma pessoa se inscreve no X Factor, é óbvio que ela quer mudar de vida”, explica.
Num site que agencia prostitutas, os preços de Chloe são 250 libras (cerca de R$ 680) por uma hora ou 1.600 libras (R$ 4.300) pela noite. No entanto, depois que entrou para o reality show, turbinou os valores: 400 libras a hora (R$ 1.080) e 2.400 libras a noite (R$ 6.500).
Mas os ingleses não foram tão condescendentes com Chloe como foram com Susan. Na noite deste domingo ela foi eliminada do “The X Factor” – ajudada pela divulgação de fotos suas cheirando cocaína.
Para quem quase gongou uma solteirona escocesa, até que Chloe foi longe demais.
Mas o que a história de Susan e Chloe tem a ver conosco? Mais do que vocês imaginam. Estamos prestes a trocar um senador romântico que cantava “Blowin´ in the Wind” para as fãs por um que entoa “Ana Tanajura” e bate em mulher.
Como será a convivência de ambos no Senado?
Esse é o nosso “X Factor made in Brazil”.

About these ads

6 Comentários »

  1. O nome do programa é X Factor ou XXX Factor? :-)

    Comentário por Ricardo Rezende — 2010/09/28 @ 13:12

  2. “Que bate em mulher” achei meio muito. “Que bateu” seria mais apropriado, pois não seria justo alguém escrever um texto dizendo coisa do tipo: a Globo tem nos seus quadros um comentarista esportivo e um galã de novela que cheiram cocaina. Um abraço e bom dia pra todos(as).

    Comentário por Fernando — 2010/09/28 @ 13:46

  3. Caro Fernando,
    podemos mudar o tempo verbal mas, infelizmente, ainda não somos capazes de apagar o passado…
    Quanto aos “globais”, me parece que nenhum deles é candidato. Mas se estivessem na disputa, o fato de cheirarem cocaína só seria prejudicial aos seus próprios organismos…
    Abraços,
    Tati

    Comentário por trezende — 2010/09/28 @ 13:48

  4. Tati, sei que não é um comentário para esse post, mas permita registrar: Beto Richa, candidato do PSDB ao governo do Paraná conseguiu proibir na justiça a divulgação de pesquisas no seu estado.
    Isso é atentado sério a liberdade de imprensa.
    È claro que a mídia vai ficar indignada e bater duro. Não ?

    Comentário por Fernando — 2010/09/28 @ 14:31

  5. Engraçado… Se Lula consome aguardente ou faz referência à bebida, acaba sendo bombardeado pela mídia em geral e por este blog em particular, inclusive sob a acusação de que tal prática prejudica seu desempenho no cumprimento da função e prejudica o país; mas se os globais que usavam drogas disputassem um cargo político, o vício não prejudicaria mais ninguém…

    Comentário por Eduardo Magera — 2010/09/28 @ 19:23

  6. Caro Magera,
    creio ter me expressado mal. Nunca disse que o gosto de Lula por cachaça e quetais atrapalharia seu desempenho político. Só acho que pega mal. Bem mal…
    Abraços,
    Tati.

    Comentário por trezende — 2010/09/28 @ 21:53


Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O tema Rubric Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: