O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/08/30

MENDIGO: NESSE VOCÊ PODE CONFIAR

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 10:06

E se em vez de pão velho ou algumas moedas emprestássemos nossos cartões de crédito aos pedintes? Eles aceitariam? Se sim, devolveriam o cartão após as compras?
No início deste mês, uma publicitária de Nova York se arriscou e cedeu seu “American Express Platinum” a um homem que lhe pediu dinheiro. Ele havia perdido o emprego há pouco tempo e estava vagando pelas ruas de Manhattan quando viu a mulher do lado de fora de um restaurante com os amigos.
Ao pedir um trocado, recebeu a oferta do cartão e aceitou. Ele comprou desodorante, sabonete líquido, um maço de cigarros e “Vitaminwater” (água com sabor). Gastou 25 dólares (cerca de R$ 45) e, para a frustração dos colegas da publicitária, devolveu o cartão.
O acontecimento mereceu uma reportagem no jornal “The New York Post” com o título: “Num Pedinte Você Pode Confiar – Honesto!”.
Baseado no “ato de coragem” da novaiorquina, o jornalista Jim Rankin, do jornal canadense “The Star”, fez o teste.
Ele relatou o resultado de sua experiência pelas ruas de Toronto numa matéria publicada neste sábado: “How panhandlers use free credit cards” (“Como os Mendigos Usam Cartões de Crédito Grátis”).
Durante dois meses ele andou pelo centro da cidade à espera de pedidos de esmola. No bolso, cinco cartões-presente Visa e MasterCard nos valores de 50 e 75 dólares (R$ 90 e R$ 135, respectivamente).
Sempre que era abordado, Jim tinha um procedimento: perguntava do que a pessoa estava precisando e dizia que não tinha dinheiro, mas que poderia emprestar o cartão. Quando terminassem as compras, que o devolvessem, pois estaria por ali esperando. Ao retornarem, Jim revelava que era jornalista.
A maioria desconfiou e recusou a oferta, mas alguns toparam.

O balanço de Jim foi o seguinte:

Cartão 1 ($ 50): emprestado a Jason, de 28 anos, que gastou 8.69 dólares (R$ 16) com um sanduíche e um copo de cerveja grande no McDonald’s. Devolveu o cartão.

Cartão 2 ($ 50): emprestado a Mark, que gastou $ 21.64 (R$ 39) no restaurante “The Corner Place” e não devolveu o cartão – o último gasto foi de $ 15.50 (R$ 28) numa loja de bebidas.

Cartão 3 ($ 75): emprestado a Joanne, que disse um ex-namorado lhe roubou o cartão. O histórico do cartão, no entanto, revela que em dois dias consecutivos foram gastos $ 24.95 (R$ 45) no McDonald’s e $ 38.35 (R$ 69) numa loja de bebidas.

Cartão 4 ($ 50): emprestado a Al, que segurava uma plaquinha com os dizeres: “Faminto e sem-teto”. Ele não devolveu o cartão, mas também não o usou.

Cartão 5 ($ 75): emprestado para Laurie, 44 anos, diabética e com diagnóstico de depressão e fibromialgia. Ela comprou $74.61 (R$ 134) com comida, créditos para o celular e cigarros numa loja de conveniência de posto de gasolina e retornou o cartão.

Fica a curiosidade de saber como os mendigos daqui se comportariam. Alô, editores de jornal!

Leiam a matéria completa AQUI

Anúncios

9 Comentários »

  1. Oi Tati, incrível!!! Eu sou muuuito curiosa, mas não a ponto de “emprestar” meu cartão para literalmente PAGAR PARA VER!!! Não sou tão evoluída assim..rsrsrs Beijos

    Comentário por Dani Vantini — 2010/08/30 @ 10:50

  2. Hummm! Seria muito interessante ver o resultado de uma pesquisa dessas no Brasil. Particularmente sou contra dar esmolas. Na minha cidade, por não ser tão grande assim, vejo os mesmos pedintes ano após ano, quase sempre nos mesmos lugares, como se estes fossem seus “pontos comerciais”. Há outros com o mesmo ferimento na perna que não sara nunca. E há aqueles com as mesmas receitas médicas ou caixas vazias de remédios com o mesmíssimo argumento. Uns anos atrás topei com um que tremia e dizia choramingando “tô com fome”. Dei o meu dinheiro do lanche pra ele. Dois dias depois o vi colocando dezenas de moedas num caça-níquel.

    Diante do que vejo regularmente, parto do pressuposto que essas pessoas não são exatamente honestas. Nem todas, devo dizer. Todavia eu não teria coragem de emprestar o meu cartão de crédito pra nenhum deles.

    Comentário por Wesley — 2010/08/30 @ 11:55

  3. Os mendigos daqui não saberiam usar o cartão…

    Comentário por Joubert — 2010/08/30 @ 12:26

  4. Tatiana,
    Que matéria fantástica!
    Pode ter certeza que se isso ocorresse aqui no Brasil, os cartões não seriam devolvidos não, e era capaz do dono do cartão ainda ser assaltado. kkkkk
    Diante dos nossos governantes, não podemos esperar nada menos da população, pois o exemplo vem de cima…
    Parabéns pela postagem.
    Bjs.

    Comentário por Estela Oriani — 2010/08/30 @ 18:57

  5. Espetáculo de post, Tati. Interessante, pertinente.

    Como seria com os mendigos daqui? Ora, os policiais lhes bateriam todos os cartões. Alguma dúvida?

    Beijocas!

    Comentário por Selma Barcellos — 2010/08/30 @ 21:54

  6. Aceitariam sim, mas não devolveriam.

    Comentário por Juventino — 2010/08/31 @ 12:08

  7. Ficaríamos sem o cartão e sem o crédito, não tenham dúvidas. Trocaríamos de lugar com o mendingo.

    Comentário por Maninho — 2010/09/01 @ 14:37

  8. Oi Tati

    Gostaria de saber se tu me autoriza a copiar teu texto e publicar no meu blog. Claro q colocando teu nome! Achei a matéria muito interessante!

    Bjos
    Maria

    Comentário por coisasdemaria — 2010/09/03 @ 12:13

  9. Uau!
    Deixei de dar esmolas desde que um mendigo pediu dinheiro em casa pra comprar comida. Domingão, a gente de saída para almoçar em uma das mães, nem um ovo pra fritar, fomos a padaria mais próxima e compramos dois lanches, fartamente recheados e levamos de volta para dar ao sujeito, que ainda estava na praça em frente de casa. Pegou, mal agradeceu e, quando íamos virando a esquina, vi pelo retrovisor o camarada arremessando os lanches pra longe. Imediatamente quis voltar p/ dar uma surra no cara, mas fui impedido pela minha esposa, grávida do nosso primeiro filho, que foi a desculpa que me ocorreu pra desistir de exemplar o sujeito. E tenho mil outras histórias de mendigos, quase um livro. Parabéns à moça de NY e ao Sr. Jim, mas tô fora.
    Bjão,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2010/09/03 @ 15:48


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: