O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/08/21

O ÚLTIMO ROMÂNTICO

Filed under: A real do mundo real — trezende @ 09:39

O senso comum e a ficção nos dizem que quando se encontra o verdadeiro amor o mundo para.
Matt Frerking, de 39 anos, está aí para comprovar a teoria. Ele mora em Portland, no Estado de Oregon, Estados Unidos, e fica imobilizado quando pensa ou apenas vê manifestações afetivas ao vivo ou em filmes românticos.
O tormento de Matt foi diagnosticado como uma combinação de dois distúrbios do sono crônicos: narcolepsia e cataplexia. A narcolepsia é um legítimo ataque de sono – o portador é capaz de dormir andando. Já a cataplexia é caracterizada por uma paralisação muscular súbita. A pessoa fica consciente e ouve a movimentação ao seu redor, mas é incapaz de falar ou de se mexer.
No caso de Matt, o sentimento que dispara tudo isso é o amor. A companhia de sua família pode deixá-lo paralisado. Tanto, que ele não consegue abraçar a esposa Trish, com quem está casado há 13 anos.
Matt tem seus ataques várias vezes ao dia. “Dar as mãos em público é algo que podemos fazer por alguns segundos”, declara Matt.
O programa “Secrets of Mind” (“Segredos da Mente”), da “ABC News”, produziu uma matéria mostrando o dia-a-dia de Matt – coincidentemente um neurocientista profissional.
Numa das passagens, ele se mostra preocupado por ser aniversário da esposa. Assistimos Trish emocionada ao receber rosas vermelhas e o telefonema de agradecimento para o marido.
A cena seguinte é a chegada de Matt em casa e o encontro com a aniversariante. Após o abraço, Matt começa a passar mal, sua voz diminui e ele fica tão fraco que mal tem forças para segurar uma latinha de Diet Coke.
De volta ao estúdio, a apresentadora pergunta a Trish se ela não pensa em se separar dele – talvez fosse melhor para ambos e causasse menos sofrimento. Trish responde que não, que quer continuar com ele para o resto da vida. Pronto: Matt fica paralisado e a entrevista chega ao fim.
Das duas, uma: ou Matt é o último romântico ou é tremendamente esperto e arranjou um álibi perfeito para manter uma distância segura da esposa.
De qualquer forma, não restam dúvidas de que é preferível que o marido sofra da síndrome de Matt e tenha ataques de amor paralisantes a conviver com um Dado Dolabella, um Netinho de Paula, um Kadu Moliterno ou com um goleiro Bruno.

Assista ao vídeo AQUI

Anúncios

4 Comentários »

  1. Acho que ele é esperto. hahahaha.
    O melhor é ele dormindo no fim da entrevista. :)

    Comentário por karine — 2010/08/21 @ 10:00

  2. Nossa, será que ele travou no casamento também? Bem na hora do “sim”?

    Comentário por Calvin — 2010/08/21 @ 13:19

  3. História estranha essa, hein?
    Para mim ele só precisa de Red Bull com vodka.

    Comentário por Ricardo Rezende — 2010/08/21 @ 18:18

  4. Presumo que o casal não tenha filhos.
    Abç,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2010/08/23 @ 09:33


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: