O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/07/12

DÁ-ME UM CORNETO

Arquivado em: Mentes brilhantes — trezende @ 09:38

No ano passado este blog citou uma insólita campanha da cidade de Huelva, na Espanha: a “Prohibido quejarse”, que proibia que os empregados da companhia de limpeza local reclamassem do trabalho.
Também no ano que passou conhecemos outro caso peculiar: o de Brooksville, na Flórida, que implantou um “dress code” censurando camisetas com palavrões, piercings e até cortes e machucados dos funcionários.
Mas para começarmos a semana com o pé direito e aliviados, a boa notícia é que nem todos os patrões são tão hostis como querem esses dois exemplos.
Na Inglaterra, o NHS (o Sistema Nacional de Saúde britânico) acaba de lançar a “Chill Out Don’t Burn Out” (algo como “Relaxe, Não Fique Esgotado”), uma campanha pela saúde mental.
Casquinhas de sorvete e outras delícias geladas serão distribuídas por uma van que vai funcionar nos mesmos moldes dos nossos caminhões Ultragás – com música alta e tudo.
Alugada especialmente para a missão, ela vai circular por estacionamentos de empresas e esquinas. O funcionário que tiver saído do escritório para esfriar a cabeça e contar com a sorte de encontrar a van passando, pode acenar e fazer o pedido de graça.
Os veículos serão pilotados por oficiais de saúde, que também vão entregar folhetos explicativos e conversar com as pessoas enquanto elas se distraem tomando sorvete.
A iniciativa é da cidade de Doncaster e o propósito é divulgar o sistema que ajuda pessoas que sofrem de problemas mentais a continuarem trabalhando.
Metade das 2 mil libras gastas na ação (cerca de R$ 5.000) é para a confecção de folhetos, pôsteres e outros tipos de propaganda. Somente a diária da van saiu por 200 libras (R$ 530).
Apesar de algumas críticas, grana parece não ser o problema. A campanha usa o dinheiro do fundo de Loteria britânico.
Paul Farmer, chefe-executivo da “Mind” – uma Ong britânica para saúde mental –, apoia a ideia: “Pessoas com problemas relacionados à saúde mental custam cerca de 26 bilhões de libras por ano aos cofres britânicos. É do interesse dos empresários ficarem de olho nos níveis de estresse de suas equipes. É um bom uso do dinheiro da Loteria”.
Não há informações sobre quanto tempo a van circulará ou quantas casquinhas serão distribuídas. Certeza, apenas duas:
1) os trabalhadores ingleses devem estar felizes da vida;
2) em breve, o sistema de saúde britânico vai lançar a campanha “Esfriei a cabeça, mas agora preciso esquentar e derreter minha banha”.

O tema Rubric Blog no WordPress.com.