O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/07/09

ENSABOA MULATA, ENSABOA

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 09:38

O Zimbábue é o único país do mundo onde a lavagem de dinheiro é não somente aceita, como incentivada.
A prática, no entanto, não é a que conhecemos aqui – realizada através da compra de castelos ou do que mais a imaginação de faz-de-conta de nossas “otoridades” é capaz de inventar.
No Zimbábue, lavar dólares é uma questão de higiene.
De acordo com o governo, é a melhor solução num país em que a moeda americana circula até se desfazer e tem um tempo de vida muito maior do que o previsto pelo Banco Central americano.
Após passarem de mão em mão nos Estados Unidos, cédulas de pouco valor vão parar no Zimbábue que, assim como o Brasil, sofre com os altos índices de criminalidade. Para evitar um possível prejuízo causado por trombadinhas, os cidadãos têm o costume de carregar dinheiro escondido – dentro dos sapatos ou das cuecas.
As notas ficam fedorentas e a maioria dos comerciantes não aceita as rasgadas, coladas com durex, queimadas ou com qualquer outra deformação. Portanto, os zimbabuanos as tratam como roupas. Depois de as lavarem na máquina junto com calças e camisas, põem tudo para secar no varal.
Vários cidadãos utilizam a máquina, mas ela não é a melhor opção porque estraga e desbota as cédulas – mesmo as que têm algodão em sua composição. A melhor maneira é a lavagem manual, com água quente.
O Banco Central americano destrói cerca de 7 mil toneladas de dinheiro “impróprio para consumo” todos os anos. Estima-se que as cédulas de 1 dólar circulem nos Estados Unidos por cerca de 20 meses.
As notas mais encontradas no Zimbábue são as de $1, $2, $5 e $10.
Os zimbabuanos podem até ser pobres, mas são limpinhos.

Vejam mais fotos AQUI

Anúncios

3 Comentários »

  1. Tomar banho,com água quente e o banheiro forrado com dolares……que maravilha.

    Comentário por Juventino — 2010/07/09 @ 18:22

  2. Como diria nosso presidente, “nem parece a África”…

    Beijocas!

    Comentário por Selma Barcellos — 2010/07/09 @ 20:11

  3. Aqui no Brasil há muita gente com cédulas novas – mas de origem imunda.

    Comentário por Ricardo Rezende — 2010/07/09 @ 21:45


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: