O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/05/07

HIPOTETICAMENTE FALANDO

Arquivado em: Folheando — trezende @ 09:27

Hoje vamos brincar de faz-de-conta.
Imaginemos que estamos numa sociedade de vara-paus e não sabemos como ganhar quilos e mais quilos a fim de não entrarmos numa calça 36. Ou que nossa meta é servir de modelo para Fernando Botero.
Para nos ajudar nesta difícil tarefa, a obra “How to Get Fat” (algo do tipo “Como Virar Um Gordo”).
A publicação faz parte de uma coleção de seis livros intitulada “Autoagressão”, que inclui “Como Dirigir Como Um Maníaco”, “Como Traumatizar Seus Filhos” e “Como Ter Um Cão Mal-Comportado”.
Segundo o livro, para engordar, a verdadeira metamorfose tem de começar na cabeça.
Ele desmistifica certos mitos – “é saudável ser magro” e “meu metabolismo é muito acelerado” – e mescla capítulos de incentivo, como “Precedência histórica: a magreza nem sempre esteve na moda”.
Entre os conselhos, “bebidas com cafeína são excelentes veículos para açúcares e gorduras. O café preto não o levará a lugar nenhum, mas se você acrescentar leite integral e várias colheres de açúcar, está no caminho certo”.
O leitor vai aprender uma série de dicas, como: ser apreciado por sua personalidade e por seu rosto bonito, como aumentar ao máximo a ingestão de carboidratos, gordura e açúcar, como comer emocionalmente para celebrar uma alegria ou uma dor branda, como desenvolver um olhar “carpe diem” diante da comida, como associar comida à conquista e como estabelecer um estilo de vida ultrassedentário.
“Recheado com suculentas ilustrações”, como define uma resenha, “How to Get Fat” também inclui gráficos e tabelas como a do Índice de Massa Corpórea, “através da qual é possível calcular a relação peso/altura enquanto você passa do ‘pele e osso’ à forma roliça”. Condicionando-se desta maneira você vai entrar num ciclo de ganho de peso e sucesso em outras esferas da sua vida”.
Como é bom brincar de faz-de-conta.

About these ads

6 Comentários »

  1. Como ex magra posso afirmar com todas as letras; NÃO HÁ ARGUMENTOS PARA UMA POSSIVEL VANTAGEM EM SER GORDO. NENHUM. NADA. NUNCA

    Comentário por picida ribeiro — 2010/05/07 @ 10:11

  2. Também estou lançando a coleção “How to kill stupid writers”.

    Quem come “emocionalmente para celebrar uma alegria ou uma dor branda”, como rotina, está fritinho. Tipo pastel de rodoviária.

    Beijocas na Tati que brinca, mas tem um corpaço…

    Comentário por Selma Barcellos — 2010/05/07 @ 15:05

  3. Será um grande entusiasmo para “Rei momo “

    Comentário por Juventino — 2010/05/07 @ 20:40

  4. Ó,
    isso aí eu já faço há tempos, desde uns 45 quilos atrás!
    Bjão,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2010/05/08 @ 13:45

  5. Eu gostei da idéia, lembrando que vc não precisa seguir todos os passos, eu sou magro e odeio isso, mulheres gostam de pessoas fortes, com esse livro vc engorda faz exercícios físicos, fica forte e pega mulher.

    Comentário por L — 2010/05/08 @ 22:30

  6. esse livro é excelente, aonde é que está a venda?, quanto custa?, mande um link pra download!, estou precizando de um livro desse (serio) estou 5 kg abaixo do peso e não consigo chegar no peso certo.
    tambem por esse motivo dito por”L” :
    “Eu gostei da idéia, lembrando que vc não precisa seguir todos os passos, eu sou magro e odeio isso, mulheres gostam de pessoas fortes, com esse livro vc engorda faz exercícios físicos, fica forte e pega mulher.”

    Comentário por alersson — 2010/05/11 @ 03:09


Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O tema Rubric. Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: