O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/03/14

A TPM VAI À GUERRA

Filed under: Cri-crítica — trezende @ 08:34

“A guerra é uma droga”. As informações sobre o autor da frase que apresenta o vencedor do Oscar deste ano são contraditórias.
Algumas reportagens a creditam a um ex-correspondente do “The New York Times” na Guerra do Iraque e outras dizem que ela foi pinçada de uma coleção de poemas de um soldado aposentado que também esteve no local.
Entretanto, a confusão se dissipa no momento de avaliar o filme que rendeu seis Oscar a Kathryn Bigelow: trata-se de um belíssimo trabalho.
A temática e a palavra “guerra” no título seriam o suficiente para que o associássemos a um filme de ação, mas em “Guerra ao Terror” há poucas explosões e zero de corre-corre, perseguições, artilharias ou voos rasantes. Enfim, o extremo oposto da filmografia de Spielberg. O filme da ex-mulher de James Cameron é altamente tenso.
Durante mais da metade da projeção ficamos com a respiração em suspense, ombros encolhidos, olhos arregalados e taquicardia. Sim, o vencedor do Oscar não é um drama de guerra, é um suspense.
Houve quem resumisse a história ao vício em adrenalina do sargento James (o desconhecido e talentoso Jeremy Renner), integrante de um grupo encarregado de desarmar bombas em Bagdá.
Mas mais do que um viciado em aventuras, o sargento é um apaixonado pelo que faz. Tanto, que guarda embaixo da cama objetos que quase o mataram – como dispositivos de bombas e sua aliança de casamento. Daí o título original, “The Hurt Locker”.
Pauleira e sensível ao mesmo tempo, é quase inacreditável que “Guerra ao Terror” tenha sido dirigido por uma mulher. Além do tema agradável aos ouvidos masculinos, alguns diálogos são altamente machistas.
O toque feminino está nos detalhes, na valorização do silêncio, na névoa, na pipa no céu, no gatinho manco que atravessa um cenário triste ou na cena do sargento no corredor de cereais do supermercado. Seria o filme perfeito se não apelasse para o mesmo final piegas de “Up in The Air”.
A cada sessão de “Guerra ao Terror” a distribuidora brasileira do filme deve se autoflagelar. Isso porque decidiu lançá-lo diretamente em DVD – achou que não havia astros no elenco e que o assunto não seria de interesse do público. Cem chibatadas.
No cinema ou em DVD, o importante é que a cada cena identifiquem por que ele é merecedor de cada uma das estatuetas. Imperdível.

Anúncios

5 Comentários »

  1. Costumo fugir de filmes de guerra. Esse, por seu comentário e indicação ( e não pelo Oscar) vou assistir.

    Comentário por picida ribeiro — 2010/03/14 @ 08:42

  2. Estou curioso para assistir, mesmo com o final piegas. Parece que isso é até esperado por grande parte do público, como o choro do artista no Programa do Faustão (guardadas as devidas proporções, é claro).

    Comentário por Ricardo Rezende — 2010/03/14 @ 10:09

  3. Emoções, muitas emoções…”a respiração em suspense, ombros encolhidos, olhos arregalados e taquicardia.” O tarja preta vai junto. Mas tem a pipa no céu… Irei assistir.
    E a Bigelow levantando para receber o prêmio sem sequer olhar para trás, onde estava o ex, Oscar nela mesmo.
    Conferi “Coração Louco”. Bridges não faz o personagem. Ele é. Merecidíssimo.
    Mas o filme… A bonequinha aqui só não dormiu na poltrona devido ao Jeff em questão.

    Beijocas.

    Comentário por Selma Barcellos — 2010/03/14 @ 11:21

  4. Minha cinéfila amiga Tati, êta povinho belicista esses americanos? Em se tratando de guerra, eu também não gosto muito, porém, a qualidade e o talento merecem ser vistos e com o seu aval, mais ainda.

    Forte abraço

    C@urosa

    Comentário por caurosa — 2010/03/14 @ 12:18

  5. Oe,
    Imperdível mesmo está o post de hoje em “arquit. e poesia: literat.”; tem presente p/ vc lá! Ótima semana!
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2010/03/14 @ 12:27


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: