O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/01/20

COM O PÉ NA BACIA

Filed under: Diário de bordo — trezende @ 08:42

Sabem para o que servem as férias? Para abandonarmos a casca, trocarmos de pele – literalmente – e nos darmos conta de que somos uma merrequinha de grão de areia no oceano. Enquanto nos distraímos – ou nos iludimos – com nossas demandas diárias importantes e inadiáveis, seres em vários cantos do mundo têm atividades mais ou menos redentoras, rentáveis ou improrrogáveis do que as nossas e podem ser mais ou menos felizes do que julgamos. Mas isso nem é tão relevante. O ponto é o confronto de realidades tão distintas.
Às seis da tarde, enquanto um sujeito está parado num trânsito infernal, um queima o pé na areia quente da praia e outro arranca uma mandioca da terra alheio a terremotos e outras desgraças – as naturais e as civilizadas.
Férias é o momento em que nos deparamos com situações díspares como essas, nos surpreendemos e filosofamos “baratamente” sobre a experiência.
Poucos dias longe da rotina e já somos capazes de jurar que é possível viver apenas com um biquíni e um par de Havaianas. Quem precisa de mais? Mas viramos abóbora assim que encaramos o aeroporto de São Paulo.
Foi essa a minha sensação após uma rápida temporada em localidades do sul da Bahia, como Arraial d´Ajuda, Trancoso, Praia do Espelho, Santo André, Santo Antônio e Mutá – esta próxima ao centro de Porto Seguro.
O agito que fez a fama de Porto Seguro é justamente seu maior vilão. Megabarracas de praia como “Barramares”, “Axé Moi” ou “Tôa Tôa” são mais indicadas para os que querem se sentir na 25 de Março em pleno litoral baiano. As tendas praianas estão para a 25 de Março assim como a “Passarela do Álcool”, no centro da cidade, está para a praça da Sé. Ambas são o inferno na Terra.
Para aproveitar a viagem, o ideal é passar bem longe dali. Nos próximos dias, um relato de minhas impressões e, claro, fotos. Aguardem!

Anúncios

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.