O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2009/12/08

CRIMES IMPERFEITOS

Filed under: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 09:47

Nesta segunda-feira, o sempre criativo e pertinente CQC deixou o deputado federal ACM Neto numa saia justa.
Danilo Gentili usou o slogan do Democratas – “A força das novas ideias” – para questioná-lo sobre que pensamento novo é esse, já que Mensalão não é novidade. O deputado ficou sem resposta, mas poderia ter se saído com algo do tipo “nada se cria, tudo se copia”.
Assim como o Mensalão, a descoberta de novos políticos usando a cueca como cofre é truque de outras primaveras. Evoluiu-se muito pouco – alguns recorreram à meia –, mas nada que chegue a merecer destaque no Museu das Invenções que existe em São Paulo.
Não são apenas os políticos que reciclam maracutaias do passado. No mundo do crime estão adaptando até peripécias cinematográficas.
No domingo, durante as finais do Brasileirão, uma quadrilha conseguiu roubar mais de R$ 10 milhões de uma seguradora de valores em São Paulo cavando um túnel entre uma casa alugada e o alvo da cobiça.
Por enquanto, foi o crime perfeito. Os ladrões ocuparam a casa por quatro meses e mostraram toda sua meticulosidade ao montarem uma árvore de Natal no local. Buraco cavado, driblaram o esquema de segurança e chegaram ao cofre sem nenhum sinal de arrombamento.
Mas assaltos desse tipo não são novidade. Woody Allen já havia tido essa ideia há quase dez anos. Em “Trapaceiros”, o cineasta conta a história de um grupo de vigaristas que planeja assaltar um banco em plena Nova York.
O plano é alugar uma pizzaria vizinha e, a partir do porão, cavar um túnel até o banco. Em vez de montarem uma árvore de Natal, eles transformam o lugar numa loja de cookies. Aí acontece o inesperado: as guloseimas fazem tanto sucesso que viram um fenômeno da culinária novaiorquina. O fim do embróglio vocês conferem assistindo ao filme, hilário.
Se há novidade em meio a tanta lama é a implementação de uma nova modalidade de desculpa: a desculpa temática. José Roberto Arruda usou o Natal como álibi e mencionou a compra de panetones. Será que os que forem pegos na Páscoa falarão em ovos de chocolate? Azar mesmo terão os descobertos às vésperas do Halloween, que não poderão argumentar que a grana era para comprar abóbora…

Anúncios

Blog no WordPress.com.