O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2009/11/25

A DÚVIDA PERSISTE

Arquivado em: Mentes brilhantes — trezende @ 08:19

A cada dia notícias envolvendo empreendedores comprovam que as boas ideias são sempre as mais simples.
A de hoje é sobre um jovem espanhol da cidade de Navarra que há três meses adaptou um serviço australiano, o “Alugue uma Galinha”.
O conceito é tão simples quanto fritar um ovo: o cliente “apadrinha” uma galinha por 63 euros por mês (cerca de R$ 164) e tem omeletes à vontade fornecidos por seu próprio quintal.
Se a bichana não botar em uma semana é trocada por outra. Este compromisso tem uma explicação: o empresário Eduardo Otxoa afirma que, por causa do estresse da mudança, muitas demoram quatro dias para se acostumarem à nova situação e travam. Já relaxadas, põem de cinco a  seis ovos por semana.
Passado um mês, o freguês tem a opção de comprar o bichinho. Por 168 euros (quase R$ 270) ele fica com sua mascote, recebe comida para um ano e, de brinde, ganha outra galinha.
O negócio tem dado tão certo que a caixa postal da empresa já foi bloqueada algumas vezes por excesso de pedidos.
Segundo Otxoa, ele tem se concentrado apenas nas regiões de Navarra e Guipúzcoa devido ao altísssimo custo com o transporte – ele já está à procura de distribuidores em toda a Espanha.
A maioria dos que buscam pelo serviço o fazem porque têm filhos – a graça está em conviver com as galinhas. Otxoa diz que hoje em dia muitas crianças não sabem nem de onde vêm os ovos.
Aos clientes interessados apenas em terem ovos frescos, ele recomenda que os comprem no supermercado.
A ideia é realmente ótima, mas duas questões ficam no ar: por que algumas galinhas põem ovos brancos e outras, escuros?
E a pior: quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?

Vejam um vídeo sobre o aluguel AQUI

O tema Rubric. Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.