O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2009/11/13

CONTAGEM REGRESSIVA

Filed under: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 07:29

shitraining

bomba2O crescimento do consumo de crack virou uma grande dor de cabeça para o governo e para a sociedade. O drama existe há mais de uma década, mas só depois que os cachimbos viraram itens recorrentes na bolsa da classe média é que o assunto tem recebido o devido destaque.
O ministro da Saúde já anunciou investimentos para o tratamento dos usuários, mas como todos sabemos, essa chaga não é simples de ser curada. O processo é longo, caro e envolve não apenas o Brasil.
Infelizmente tem gente pensando que o vício pode ser tratado com Novalgina. É o caso da Ong “É de Lei”, que atua há mais de dez anos.
Um dos projetos da organização é o da “redução de danos” junto a usuários de crack do centro de São Paulo, a “Cracolândia”. O trabalho consiste em orientar os viciados sobre os riscos à saúde. Além de folhetos, eles recebem piteiras de silicone, manteiga de cacau e preservativos.
Geralmente os viciados fumam a droga em cachimbos feitos com antenas de carro. O metal, quando aquecido, provoca feridas nos lábios. Com a distribuição de piteiras de uso individual e manteiga de cacau pretende-se evitar a transmissão de certas doenças e o ressecamento dos lábios.
Que ideia fenomenal. Num momento de fissura o usuário está realmente preocupado em não ferir a boca. Sugiro também a distribuição de adesivos para a decoração do cachimbo com dizeres como “Eu já fui assaltado” ou “Eu acredito em duendes” e latinhas bonitinhas para guardarem as pedras.
Vergonhoso é que o projeto conte com o apoio da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. É possível que até os dependentes saibam que essa iniciativa apenas desperdiça recursos de pessoas bem-intencionadas em patrocinar a Ong. A maioria dos usuários já chegou num ponto sem volta. O que eles necessitam é de tratamento, e não de soluções cosméticas.
Felizmente, numa entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, o secretário das subprefeituras Andrea Matarazzo classificou a ideia como absurda. Já o psicólogo que coordena o projeto de “redução de danos”, Thiago Calil, disse que o objetivo é “fomentar o autocuidado no local de uso”.
No ano passado o “É de Lei” fez 1.797 atendimentos de campo. Distribuíram 2.358 protetores labiais e 1.332 piteiras. “É difícil quantificar os resultados do trabalho”, explica Calil.
O que estava ruim piora ainda mais: a Ong não tem dados dos “índices de cura” alcançados! Só fumando mesmo.
Que esse projeto infeliz sirva para alertar as autoridades sobre mais este problema causado pelas drogas. Do contrário, a população começará a ser dizimada numa epidemia silenciosa. E com os lábios feridos.

Participem da promoção “Fashion Week”: se vocês fossem escolher uma fantasia para ir à faculdade ou ao trabalho, qual seria? Por quê? Respondam e concorram a uma camiseta do filme “Distrito 9″. Respostas para o email tatianarezende@hotmail.com até o dia 16/11.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Eu não sabia de tão eficaz prestação de serviços a viciados de crack. Parece conversa de doido.

    Comentário por picida ribeiro — 2009/11/13 @ 10:35

  2. O viciado em crack (talvez a droga mais droga que surgiu nos últimos tempos) entra por um caminho que talvez não tenha mais volta. Será que é essa a intenção da Ong É de Lei? Acredito que esse tipo de ação não vai diminuir o números de adeptos do crack, mas incentivar o aumento dos consumidores.

    Comentário por Wilde Portella — 2009/11/13 @ 13:09

  3. Tem que eliminar o mal pela raiz,mas exagero mexer com certos departamentos e pessoas.

    Comentário por Juventino — 2009/11/13 @ 19:01


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: