O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2012/05/29

FÉ NO PALITO

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 08:40

O Maranhão já tem seu Guaraná Jesus. Agora (poucos) americanos contam com outro sabor divino: o Picolé de Jesus.
A ideia dos “Christian Popsicles” (“Picolés Cristãos”) é do artista plástico e designer chileno Sebastian Errazuriz, que vive e trabalha em Nova York.
Ele distribuiu cerca de cem picolés durante a abertura da exposição “Love It or Leave it” (“Ame-o ou Deixe-o”) na Semana do Design de Nova York.
Além de serem feitos de vinho, os picolés têm o palito em forma de cruz. À medida que a guloseima vai sendo consumida, a tradicional imagem de Cristo na Cruz vai aparecendo.
Segundo Sebastian, o picolé é feito do legítimo vinho sagrado – ele levou várias garrafas à missa que foram benzidas pelo padre durante a Eucaristia.
Segundo a galeria “R’Pure”, dez artistas participaram da exposição, mas nenhuma delas foi mais provocativa do que o picolé santo.
Sebastian diz que sua intenção não é perturbar ninguém. “Não é que eu queira entrar numa enrascada de propósito. Apenas acho que se você não faz um trabalho que leve as pessoas a pararem, pensarem e discutirem então é melhor não fazer nada”, diz ele ao site da CNN.
Criado num ambiente católico, Sebastian agora está “praticando o ateísmo”, mas tem amigos e familiares que ainda seguem o Catolicismo e ele os respeita. No entanto, ele conta que sempre se aborreceu com praticantes que querem impor suas crenças aos outros.
“Estou mais feliz em recomendar às pessoas a pensarem por elas mesmas e questionarem a realidade que recebemos de gerações anteriores”, diz ele.
Sebastian crê que a América está cada vez mais extremista em relação aos seus dogmas, que têm influenciado bastante a vida política. Ele está especialmente assustado com a forma que os líderes americanos têm proclamado sua fé e forçado leis que defendam a ideologia da Bíblia acima das liberdades individuais.
Para ele, os Estados Unidos estão preocupados com os fanáticos islâmicos, mas todo extremismo é inaceitável.
Seu picolé é um símbolo, “um convite para tomar um Ki-Suco” e levar a religião – qualquer que seja – menos a sério.
A ideia da mancha vermelha no palito é fazer uma relação entre o fanatismo e a histórica violência religiosa. Sebastian também espera que seu picolé seja uma forma de provar que os cristãos também sabem lidar com o humor e a ironia. Segundo ele, características mais difíceis de serem encontradas entre os fanáticos religiosos de outras religiões.

O tema Rubric. Blog no WordPress.com.