O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/04/14

A COISA DESARMONIZOU

Filed under: Absurdos nossos de cada dia — trezende @ 09:28

Há poucas cenas tão patéticas quanto assistir alguém atuando como “conhecedor” de vinhos.
Se ele realmente é um especialista e sabe diferenciar o bom do ruim ou se é capaz de distinguir a “cabernet” da “sauvignon blanc” pouco importa. A afetação é a mesma: giradinhas na taça para “suavizar o tanino” e observar a viscosidade da bebida, uma fungada aqui e uma bebericada ali para expor seus sabores às papilas gustativas e enfim comunicar o veredicto.
O engraçado é descobrir que tudo pode de fato ser um belo de um teatro. Apesar da encenação, tem muito “connoisseur” por aí tomando suco de uva e vinagre.
É o que sugere o resultado de um teste cego realizado durante o “Festival de Ciência de Edimburgo”, na Escócia, com 578 pessoas. A metade dos voluntários não sabe diferenciar o vinho caro do barato.
Os pesquisadores selecionaram oito tipos para as degustações, sendo quatro brancos e quatro tintos – com a exceção de uma garrafa de champanhe, todos eles custavam menos de 5 libras (cerca de R$ 13).
Eles relacionaram cada vinho barato a um mais caro, feito a partir da mesma variedade de uva e produzida na mesma região. Esses mais caros tinham preços que variavam entre 9,50 e 30 libras (entre R$ 26 e R$ 78).
Feito isso, os participantes tinham de dizer quais eram os vinhos baratos e quais os caros. Resultado: metade das pessoas não ligou o nome à pessoa, por assim dizer. Nem mesmo os que se definiam especialistas.
Segundo os pesquisadores, gastar mais de 5 libras numa garrafa é perda de tempo.
“Os resultados são impressionantes. Então nesse momento de dificuldades financeiras a mensagem é clara: os vinhos baratos que testamos tinham um gosto tão bom quanto seus irmãos chiques”, diz Richard Wiseman, psicólogo que conduziu a pesquisa.
Taí um teste interessante para ser feito por aqui, não?
Iríamos desmascarar essa baciada de enólogos que andam à solta.

O tema Rubric. Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.