O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2011/02/16

DDDRIN

Arquivado em: Mentes brilhantes — trezende @ 09:44

Essa vem da “CNN Asia”: os mesmos antigos egípcios que nos apresentaram o papel, o relógio e os cosméticos também foram responsáveis pelo desenvolvimento da “tecnologia” de remoção da cera do ouvido através de poções que incluíam óleo de cipreste, gordura suína, sangue de gato ou cabeça de morcego.
Mas milhares de séculos depois, os japoneses produziram um avanço revolucionário nos cuidados com o ouvido.
Há cerca de cinco anos o governo japonês anunciou que a limpeza de ouvidos não seria mais considerado um procedimento médico e tornou inócuas as licenças médicas para os limpadores de ouvido. Daí surgiu um novo tipo de negócio que tem florescido às centenas em Tóquio e em outras grandes cidades: salões de beleza especializados nesse tipo de desentupimento.
“As pessoas vão relaxar”, diz Yoshimi Sasaki, gerente de uma das unidades da “Yamamoto Mimikaki-ten”, a maior das redes, que abriu em 2006 e hoje tem nove filiais na região de Tóquio. “É tão relaxante que três entre quatro clientes – a maioria homens – dormem durante a sessão”.
O tratamento básico oferecido pelo salão dura 30 minutos e custa cerca de 2.700 ienes (cerca de R$ 60).
As boas-vindas dão a impressão de que se trata de um serviço realizado por gueixas. O cliente troca a roupa por um quimono e uma atendente lhe serve chá regado a um pouco de papo furado. Depois deita a cabeça do cliente sobre o colo e cobre seu rosto com um lenço.
Com a ajuda de um “mimikaki” – espécie de hashi de bambu com uma pequena concha na ponta que pode ser de metal ou plástico – ela calmamente retira a cera dos ouvidos do cliente enquanto massageia ouvidos, orelhas e serve mais chá.
Sasaki explica ainda que é importante aprender príncipios básicos da remoção. Retirar a quantidade correta de cera é vital para a saúde dos ouvidos. Para a realização do trabalho é necessária uma semana de treinamento.
Apesar de a clientela ser majoritariamente masculina, estão começando a surgir salões voltados às mulheres.
Depois de 40 anos trabalhando como barbeira, em 2009 Hikaru Takahashi abriu o “Beatific”, que atualmente também conta com uma escola de limpeza de ouvidos. Há professores que ensinam como as mulheres devem dar uma geral nos orelhões dos maridos e outros que treinam professionais que pretendem se especializar no assunto.
O tratamento básico do “Beatific” dura 70 minutos, custa cerca de 8.400 ienes (R$ 190) e inclui lavagem e uma meticulosa limpeza de ouvido, massagem nas orelhas, pescoço e ombros.
Outro serviço inclui massagem adicional, facial, depilação da orelha e “cartomante auricular”. Através da observação das características auriculares de cada um, Takahashi diz ser possível prever o futuro.
Será que ouvi direito?

O tema Rubric Blog no WordPress.com.