O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/05/04

A DÉCADA QUE NÃO TERMINOU

Arquivado em: Mentes brilhantes — trezende @ 12:39

Os anos 80 continuam despertando paixões. Desta vez, um parque temático inglês prepara uma festa de volta para o futuro para comemorar sua chegada à idade balzaquiana.
O “Alton Towers”, localizado em Staffordshire, celebra 30 anos no próximo dia 23 com uma reunião de várias atrações que foram sucesso naquela década.
Além de shows, oferece cortes “mullets” e permanentes gratuitos para os funcionários participarem da festa. Todos eles estarão vestidos com figurinos parecidos com os de Madonna, Cindy Lauper, Lionel Ritchie e Duran Duran. Filmes como “O Clube dos Cinco” e “Curtindo a Vida Adoidado” também devem compor a ambientação.
Apesar de alardeadas como “ícones dos anos 80”, as bandas convidadas são um desafio até para profundos conhecedores. À exceção de Rick Astley, todos os demais “cry for help”: Kim Wilde, Midge Ure, Curiosity Killed the Cat, The Christians and The Here and Now Band.
Não é apenas o “staff humano” do parque que estará em grande estilo. Os animais de algumas das atrações já sofrem transformações. Little George e Granville, dois burricos que moram na fazendinha do velho MacDonald, passaram pelas mãos de um cabeleireiro e ganharam madeixas feitas de mais de cem mil fios de cabelo de verdade.
A festa temática do “Alton Towers” e uma série de eventos “oitentistas” que ocorrem quase que diariamente suscitam a pergunta: por que a década de 80 ainda não terminou?
Entra ano, sai ano, a moda, a música e o comportamento de artistas contemporâneos não se cansam de reverenciá-la. As saias balonê, os tênis All Star, as roupas coloridas à la Cubo Mágico e a estética do videoclipe estão aí para quem ainda tiver dúvidas da onipresença da década.
Por que os anos 80 deixaram tantos órfãos?
Talvez porque depois deles pouca coisa nova e boa apareceu – pelo menos no Brasil.
O rock nacional é praticamente inexistente. Idem para séries de TV criativas como “Armação Ilimitada”, “TV Pirata” ou “Os Trapalhões”. Sem falar que os artistas que se destacaram naquele tempo são, com poucas variações, os mesmos que lançam moda hoje: Madonna e até o finado Michael Jackson.
Por quanto tempo mais esse bumerangue vai voltar?

O tema Rubric Blog no WordPress.com.