O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2010/01/07

DANDO UMA ESPIADINHA

Filed under: Cultura inútil — trezende @ 08:40

Uma boa e uma má notícia para quem não suporta reality shows. A boa: os valores dos prêmios aumentaram. A ruim: eles vieram para ficar.
Dez anos após sua invenção – o primeiro foi “Survivor” –, eles têm conseguido manter um público fiel e apresentar novas versões a cada ano e a cada país que passam.
O bebê cresceu e já virou um pré-adolescente, mas grande parte dos telespectadores continua dizendo que ignora sua presença em casa.
Na próxima terça-feira começa a décima edição do “Big Brother Brasil” – apesar de “A Fazenda 2” continuar no ar. Um dia antes da estreia de BBB 10, o SBT terá transmitido seu novo “vida ao vivo show”. A exemplo de “Casa dos Artistas” deve causar polêmica.
Trata-se de “Solitários”, cujo objetivo não é testar a boa convivência entre os confinados, mas pôr à prova seus limites físicos. Eles ficarão totalmente isolados num cubículo sem janelas durante sete semanas. No local, só um compartimento para depósito de refeições, uma ante-sala e um banheiro químico.
O reality do senhor Abravanel passará do voyeurismo ao sadismo. Ou à selvageria?
Além desses, há uma infinidade de programas semelhantes na grade de programação mundial: “Esquadrão da Moda”, “Supernanny”, “Brazil´s Next Top Model” (e outros filhotes pelo planeta), “Simple Life”, “O Aprendiz” (agora com João Doria Jr.), “Ídolos” e todo tipo de “Namoro na TV”.
Tão ou mais bizarro do que “Solitários” é o que chega às TVs holandesas em junho: “Prisioneiro do Amor”.
O título é divertido, mas o resultado, tão arriscado quanto o produto de Silvio Santos.
No programa, exibido pela NCRV, um bando de mulheres desesperadas para subir ao altar terão encontros às cegas com detentos recém-saídos da prisão.
Roy Aalderink, diretor da produtora responsável pelo formato, admite que a atração é controversa, mas acredita que o público reconhecerá que os ex-presidiários são pessoas normais e têm o direito de encontrar o amor.
Ele também declarou: “O Ministro da Justiça da Holanda disse que três coisas são fundamentais para um ex-preso começar uma nova vida. Uma nova casa, um novo trabalho e o mais importante: uma esposa”.
O romantismo será reservado para poucas – somente para as três que forem selecionadas pelos novos “positivos e operantes”.
O programa acompanhará o convívio do trio e, no fim da temporada, as participantes terão de adivinhar por que seus príncipes estiveram engaiolados. Se acertarem – e sobreviverem –, ganham um prêmio. A dúvida é se o troféu é o marido.
O medo de ficar pra titia é maior do que considerar a hipótese de encontrar um Hannibal Lecter pela frente. No mínimo.
Nós, telespectadores, assistimos a tudo – ou não – da poltrona. Será que esse pré-adolescente chega à maioridade ou vai para o paredão?

About these ads

7 Comentários »

  1. Tati, eles deveriam importar umas coreanas pra participarem. Acho que iam gostar de arrumar um marido assim (ao inves dos blind dates daqui, onde e’ sempre um rapazinho cuja mae e’ amiga da outra mae e etc…).

    Feliz Ano Novo!

    Comentário por Renato — 2010/01/07 @ 10:07

  2. Nunca assisti reality show. Não vejo a menor graça, não tenho menor interesse. E vejo que a medida que els ficam piores a audiencia aumenta. Como entender?
    Uma amiga me disse que a unica vez na vida em que me viu sem assunto, foi quando falavam sobre Big Brother: eu não sabia de nada, nem do nome de ninguem. Graças a Deus.

    Comentário por picida ribeiro — 2010/01/07 @ 10:34

  3. Ótima materia Tati,eu sinceramente antes adorava assistir BBB ,mas hj já nao suporto mais….A fazenda o cenário é bonitinho e te participantes legais.
    Enfim,todos rolam baixaria e mostra como o ser humano faz tudo por causa do dinheiro

    Comentário por leticia — 2010/01/07 @ 16:29

  4. ZZZoi;
    Cientista não tranca rato em caixinha? Não dá choque em macaco? Vejamos os reality show como experiências transmitidas ao vivo, pra gente “estudar o comportamento humano”. Aliás, a Rita Lee sugeriu trancar os presidenciáveis numa casa por uns meses, antes da eleição, pra gente conhecer o comportamento deles!
    Em tempo: não sou fã de programas sobre experiências científicas ou sociológicas…
    Prefiro os Blogs!
    Abç,
    Adh

    Comentário por Adh2bs — 2010/01/07 @ 16:32

  5. O melhor dos realities são as capas de playboy que eles rendem depois!

    Comentário por Felipe — 2010/01/07 @ 17:54

  6. “O Aprendiz” está com o João Dória Jr.?
    Qual o requisito para apresentar esse programa? Ser almofadinha?

    Comentário por Ricardo Rezende — 2010/01/07 @ 18:37

  7. Eta programinha insuportável.

    Comentário por Juventino — 2010/01/07 @ 18:50


Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O tema Rubric. Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: